12 dezembro 2010

Matéria de hoje da Folha de São Paulo: Vitória das Mães blogueiras


Ombudsman  - "Razões de Mãe" -
Resposta da Folha de São Paulo
Reportagem que criticava blogs maternos expõe entrevistada (e filho) sem dar voz suficiente a ela.

" Você colocaria fotografias das várias fases do seu filho em um blog? Muita gente diria que não, algumas que sim.
Você tiraria uma foto sorrindo, com seu filho no colo, para uma reportagem com o título: "Mães colocam crianças em "Baby Brother" na internet? Todo mundo, com alguma sanidade, diria que não.
A Folha, infelizmente, não fez essa segunda pergunta à entrevistada no domingo passado. O texto que falava de blogs maternos, em que mulheres contam o desenvolvimento dos filhos e trocam experiências, condenava, na boca de três especialistas, esses sites.
A foto era da autora do site "Nascendo uma mãe", Giovana Reobol, 35, com Lucca, 2. "Fui procurada para falar sobre blogs com histórias de crianças, não sabia que a discussão era sobre expor intimidades", reclama Giovana.
A redação informa que o texto "constatou um fenômeno" e que a entrevistada foi questionada sobre os prós e os contras dessa prática. "A repórter me perguntou sobre privacidade, só que o foco da entrevista não era esse, falei muito pouquinho. A questão foi "en passant", conta Giovana.
Para os estudiosos ouvidos pela Folha, esses blogs são perigosos, porque podem ser acessados por criminosos, dão margem a "bullying" e pode fazer com que a criança cresça sem noção de intimidade, sem respeitar a própria e a do outro. "Por que essa mãe alimenta essa necessidade?", perguntava uma psicóloga da USP.
"Ficou a impressão de que sou uma péssima mãe. E ainda uma idiota alienada, que aceita aparecer sorrindo numa reportagem como essa", diz Giovana, que afirma selecionar as imagens e mensagens postadas para não constrager o menino no futuro.
Não havia na reportagem nenhuma voz dissonante entre os especialistas, o que provocou, com razão, a ira das blogueiras. Em um post no Facebook, decretaram: "Maus jornalistas mexeram com a categoria errada: mães".
Elas afirmam que esses sites ajudam a trocar experiências, a diminuir a insegurança e a fazer novas amizades, além de trazerem dicas práticas sobre gravidez, amamentação, doenças infantis etc.
A empresária Carolina Longo, 31, do blog "Mulher e Mãe", postou que "a matéria trata todas nós mães blogueiras, como se nossa única intenção fosse expor a família". "A mulher que vira mãe é massacrada por julgamentos, como se não bastasse ter de lidar com suas próprias culpas. Além disso, a maternidade gera uma certa reclusão. Junte esses fatores e você terá mulheres angustiadas e sem poder colocar isso para fora. Nos blogs e no Twitter, elas encontraram uma conexão com outras que passaram pelas mesmas angústias", defende.

Tudo indica que a Folha não entendeu as mães blogueiras - ou não deu voz suficiente a elas. Nada contra levantar as possíveis consequências negativas dessa prática, alertar para os riscos, mas a reportagem ficou apenas nisso. Incorreu em alguns problemas clássicos do jornalismo: "falta de transparência com o entrevistado, tratamento superficial do tema e visão única dos "especialistas", chamados quase sempre a opinar genericamente, sem examinar os casos enfocados.
A Folha acabou, ao denunciar mulheres que exibem suas crianças na rede, fazendo pior. Expôs injustamente mãe e filho, em um veículo de alcance muito maior do que um blog de interesse restrito.

Folha de São Paulo,
Domingo, 12 de dezembro de 2010 "


*Copiado do Blog de Mae & Filha, da querida Priscila Sant'Anna.

38 comentários:

Roberta Portela disse...

Noooooooooooossaaa!!! Pelo menos reconheceram o erro!!! Gostei da reportagem e vou linkar seu post lá no blog para dar uma resposta as blogueiras que leram o post que fiz.

Beijos!!!

Bete Strøm disse...

Oi Gi,
Ta sem sono como eu querida? Eu estava esperando o maridão que não ta no Brasil, ele foi dormir e eu acabei ficando mais um pouquinho por aqui, aproveitando para ler meus bloguinhhos queridos!
Então...
Eu fiquei tão indignada com aquela matéria que acabei até comentando com meu marido que é advogado, ele afirma que mesmo a folha se redimindo e justificando a falha, você deveria abrir um processo, quando estiver de cabeça fria. Pois é pelo fato de calarmos que todos os dias a mídia se aproveita de fatos importantes para se promover.

Por favor não me leve a mal, mas acho que vc deveria repensar essa possibilidade.

Mas de qualquer forma, valeu vc ter colocado a boca no trombone, assim a partir de agora eles irão checar tudo antes de publicar...
Beijos e boa noite!

http://betestrom.blogspot.com/

Márcinha disse...

Gi..fiquei meio perdida,pq meu pc quebrou e só consegui pega-lo sexta feira,mas eu ja li tds seus post anteriores e achei um absurdo td isso.
Quem le,parece q somos loucas,eles
falam de perigo, exposição,até parece q colocamos lá nosso tel,endereço,nome da escola q eles estudam,nem o nome completo colocamos né...ficou muito mal pro
jornal,mas tu ficou linda na foto e justiça foi feita né.
Sinto muito mesmo pela perda do teu bebe,como é triste não ouvir mais o
coraçãozinho,eu passei por isso com
39 semanas de gestação,te digo amiga é muito duro,mas temos q continuar e temos nossos filhos q
nos dão muita força sem eles saberem.
Depois de 3 meses engravidei de novo e correu td bem...o Enzo esta com 1 ano e 11 meses hoje.
Muita força minha amiga,Deus te abençoei e td correra bem
bjs a tds vcs

Anônimo disse...

Ótima matéria para finalizar o seu ano. Muitas vezes na vida devemos por um ponto final, deixar as cicatrizes fecharem e não remexê-las. A energia dessas pessoas não são boas, não vale a pena ficar nessa sintonia. O melhor mesmo a se fazer é o que você disse várias vezes por aqui. Sair de mansinho, cuidar de você - alma-corpo- da família. Nada melhor para o ano que se aprOxima, ano regido por mercúrio. Que seus sementinhas plantadas sejam todas bem colhidas. Muito energia boa. Um cheiro. Ju.

Miguel...Presente de Deus disse...

Adorei!!
Mostramos o nosso poder e mostramos acima de tudo que somos unidas.
E fiquei feliz pela folha ter reconhecido que errou e ter se retratado sobre o assunto. Mas também com a pressão das mamães blogueiras que caimos em cima,tinha mais que se retratar mesmo.kkkk

Bjoca e que Deus abençoe sua vida e de sua familia.


Carla e Miguel

Ana disse...

Adorei!
Vou linkar no meu blog o seu post.
E vc como está?
Beijos!

Angel disse...

Gi, estou imensamente feliz com a reportagem de hoje!! a repórter não citou meu nome, mas vi minhas palavras em 2 trechos, "Elas afirmam que esses sites ajudam a trocar experiências, a diminuir a insegurança e a fazer novas amizades, além de trazerem dicas práticas sobre gravidez, amamentação, doenças infantis etc", e tb qdo diz q os especialistas opinam sem examinar os casos, pq eu disse q com certeza aquela psicóloga não leu seu blog antes de opinar!
estou aqui com febre, passando muito mal, e Ícaro há 3 dias com dor de garganta, só por isso não fiz um post no meu blog ainda! semana q vem o farei, com o assunto terminado!
beijoca

Rênata Sakura disse...

nossa essa história deu oque falar mesmo!

bom, estou te seguindo me segue?..

beijinhos

http://mamaeenenem-bambinoangelicchio.blogspot.com/

Cél disse...

Ah ! Finalmente reconheceram a tamanha injustiça que tinham cometido !
Espero que os "estudiosos" que opinaram tão friamente e de forma tão preconceituosa e sem fundamento na primeira matéria tb repensem suas posições.
E vc, como está ?
Espero que esteja bem e que agora venha uma linda fase de boas notícias e acontecimentos felizes na sua vida !
Bjsss.

Micheli disse...

Que ótimo! Voltei a ter respeito pelo jornal ao qual sempre li... Foi um absurdo o que fizeram, ainda bem que houve uma retratação.
Beijos.

Vivian disse...

Que bom que as coisas estão se acertando! Fiquei muito feliz com o resultado...

Espero que esteja bem!
Bjo grande!

Débora disse...

Giovana,
Só conheci seu blog depois da polêmica matéria a Folha. Fiquei chocada e também escrevi um post de "repúdio" a tudo que li... Mas hoje fiquei muito feliz com essa reportagem da repercussão. Acho queconseguiram dar a resposta que vc merecia... Também vou fazer um link desse seu post lá no blog... Espero que vc esteja bem e que DEus te dê forças para superar esse momento também de perda... um grande abraço.

Carol Garcia disse...

ótimo, ótimo, ótimo!
mães responsáveis e unidas jamais serão vencidas!

não repara o que aconteceu mas já é um alívio no meio da confusão toda.

abraços

Nathália disse...

VITÓRIAAAA... Parabéns Gi!!
Coloquei um link no post do meu blog, para dar de respostas as mães que me seguem, pois tinha feito um post falando do caso anterior!!

Bjks, Deus abençoe vc e sua linda familia!!

VOLTO SEMPRE ;)
http://maefilhos.blogspot.com

Ioly a dona do verdades... disse...

Giovana, fiquei indiguinada com a matéria anterior e com a atitude anti-ética da jornalista. Deixei meu desapreço nos comentários da referida reportagem.
Fiz um post sobre o acontecido lá no verdadesdemae.blogspot.com
Sinto muito pelo aborto.

Cida Kuntze disse...

Oi Gi!
Espero que estejas se recuperando bem.
Fiquei feliz com a nova matéria, vamos ver se de agora em diante eles pensem mais antes de publicar uma matéria e exporem alguém.
Mas o que valeu nisso tudo, foi ver a blogosfera reunida em prol dessa defesa.
Um beijo bem carinhoso e fiquem com Deus!

Naiara Krauspenhar disse...

Parabéns!
Nada melhor que uma retratação nesse caso.
Achei muito digno.
BJos

Livia, mãe da Carol disse...

Giovana, cheguei até vc por causa de tudo isso que aconteceu na Folha. Li alguns posts seus e me deparei com um que dizia que vc perdeu um bebê. Eu nunca passei por isso, mas sou mãe também e posso avaliar o que se passa em seu coração agora. Quis deixar aqui uma palavra de carinho para este momento difícil. Tudo que Deus faz é bom, muitas vzs não entendemos o pq daquele sofrimento, mas no futuro ele nos mostra pq teve que agir daquela forma. Tenha fé e encontre forças em seu pequeno que está aí ao seu lado, cheio de energia e saúde para te dar muito amor neste momento. Beijos.

mix disse...

Oi Giovanna,
sou dona de um blog novo e fiquei muito tocada com a tua história. Eu mesma, mãe de primeira viagem, recebi muita ajuda de mulheres que nem conheço, mas foram corajosas suficiente para postar suas histórias e experiências na rede. Descobri um universo de mulheres verdadeiras e dispostas a ajudarem umas as outras.
PArabéns pela coragem debotar a boca no mundo e deunciar esse abuso de poder desse reórterzinho!
Parabéns à Folha por se retratar!
E desejo força a você pra passar por essa barra tão pesada! Que Deus te ajude e faça a dor ser menor e renove tua esperança.

Mais uma vez... obrigada por se "expor"! :)
um abraço
mix

nossocantinho-nossocantinho disse...

Giovana, amei a resposta dada A ALTURA à folha de São Paulo, esta foi pra fechar com cheve de OURO. Como disseram mexeram com o publico errado que é de nós MÃES. Estou contigo e não abro o que precisar pode SIM contar comigo assim como muitas, postei minha indignação e minha relvota por tudo que houve, mas já vou providenciar o Link desta bela resposta dada. Quando puder dê uma olhadinha lá no meu blog NOSSO CANTINHO BJO GRD E BJÃO PRO LUCCA TAMBÉM FORÇA ESTAMOS CONTIGO
FABIANA

Claudia Bonello disse...

Oi Gi...Que legal ver esta matéria heim...
Pelo menos já é um passo, eles reconheceram o erro.
Espero que vc esteja bem hj...
Estamos torcendo por vc...

Beijokas

Juliana Ramos disse...

Olá!!!
Acabei de conhecer o seu blog através das amigas blogueiras indignadas com o que aconteceu. É revoltante esse tipo de coisa...

Enfim, adorei o seu blog.

Fui lendo, lendo, e vi que além de sermos da mesma cidade, nossos filhos estudam na mesma escola, a que eu trabalho, inclusive!!!

Mundo pequeno...

Força para você superar essa onda (Jesus, ninguém merece!)
Voltarei sempre!!!

Bjinhos

Fernanda disse...

Conheci seu blog por conta dessa polêmica... Finalmente tentaram corrigir o erro! Mães blogueiras unidas... Bjo grande em vc e bola pra frente! Vem um ano novinho por ai!

Dany disse...

Giovana, acabo de conhecer seu blog através de muitas manifestações das mães blogueiras. Acompanho vários blogs maternos e o sentimento era o mesmo: indignação. Estou passando para dizer que me solidarizo pelo que vc tá passando. Já estou te seguindo e espero conhecer mais o seu blog, que é muito legal!!!

.Mone disse...

Que bom, um verdadeiro esclarecimento. Fui ver direto no site da folha de SP mas só pode ler este artigo se tiver conta, por que será?! Sempre acessei sem precisar de logim.
Bom mais vou espalhar esta vitória também.
Põe a boca no trombone, e faz juz de nós.

Alyne Benith disse...

A justiça foi feita! Agora passado toda essa confusão, vc tem que se cuidar, espero que tenha dado tuuudo certo, ainda não ligamos para vcs pq o momento é delicado e ficar explicando a mesma coisa mil vezes cansa. Então quero que vcs saiam que estamos acompanhando tudo daqui. Sábado fomos à Igreja São Judas e lá conversei bastante com Ele, ascendi uma velinha para vc, para o anjinho que se foi e para o Lucca. Aguardo notícias por aqui!
Te amamos muito!
Tia Zélia, Tio Jânio e Alyne

Carol Liôa disse...

q bom! eu fui uma das q xinguei ela q só rsrsrs e ela ainda me reponde com igorancia, mas depois dessa minha raiva ate diminuiu um pouquinho! Geovana espero q vc esteja bem! força! abraços

Nine disse...

Oi Giovana! Cheguei super atrasada em toda essa história ridícula, que acabou te envolvendo pessoalmente, e indiretamente a todas nós, mães que temos blogs sobre a maternidade e nossos filhos.

Lamentável tudo isso. Bom que houve uma certa retratação, pena que não foi com o mesmo tipo de alcance.

Um beijo para vcs
Nine

Suélen Thábata disse...

Oi Giovana! Tá vendo como Deus é justo???? Mexer com mães é cotucar onça com vara curta.
Estou com você nesta causa!
Beijao pra vc e pro Lucca!!
Ah eu linkei o seu post no meu blog...

Beijao!
Qdo tiver tempo dá uma passadinha lá!

www.nossodiario10.blogspot.com

João e Marias disse...

Olá
E eu cheguei aqui através da Juliana Ramos do blog //diariodeumamaecommaisde30.blogspot.com - e tb tenho 3 filhos no mesmo colegio da Ju.
Bom, tb fiquei indignada com essa historia, mas nenhum pouco surpresa pela falta de ética e profissionalismo dos jornalistas. O que é uma pena, pois eu costumava ser uma admiradora dos jornalistas. Mas, infelizmente a maioria deles mancham os pouquissimos profissionais decentes, competentes e eticos que ainda existem.

parabens pelo blog - e por ter conseguido a resposta merecida.

beijinhos
Patricia Duarte
www.joaoemarias.com

Beatriz Zogaib disse...

OLá. Eu não escrevi para vc antes porque li que tinha acabado de sofrer um aborto... Mas escrevi para a Folha e acabo de escrever um post sobre o assunto. Sou novata em blog, mas achei que devia dizer que nós temos motivos diferentes para escrever, mas que a maioria pensa muito antes de postar... Escrevi sobre o que todas nós pensamos e devemos pensar antes do Enter... E achei perfeita a sua frase na matéria de retratação, dizendo que seleciona o que fala e o que divulga! Eu prefiro não colocar fotos, mas acho que selecionar é um caminho correto e coerente. Parabéns.
Beatriz Zogaib
(www.vidadamami.blogspot.com)

Melissa Rocha disse...

Olá Giovana,

Li a reportagem da Folha no dia em que foi publicada e fiquei de boca aberta com a quantidade de besteiras escritas pela enlouquecida jornalista, que provavelmente não tem a menor competencia para exercer a profissão. Fico feliz que o jornal reconheceu o erro e também por conhecer seu blog.
Também sou de Santos, moro em São Paulo, mas estou por aí todo final de semana. Sou mãe de trigemeos e também tenho um blog passa lá para me conhecer.
Bj e vou te seguir!!

Melissa - http://nossostrigemeos.blogspot.com/

Fabi Deziderio disse...

Gi.

Apoio publicado no meu blog.
http://maedoavesso.blogspot.com/2010/12/folha-de-sao-paulo-critica-maes.html

Fique bem!

Mafalda S. disse...

Querida Giovana, para já quero dizer-te que este post me deixou bem feliz. A justiça vence sempre.

Em segundo, quero dizer-te que, como adoro o teu blog, deixei-te um selinho no meu. Podes encontrá-lo em: http://manualdafelicidade.blogspot.com/2010/12/selinho.html.

Beijinhos

Beta disse...

Que bom que viram a merda que fizeram e se retrataram...
Bjs!

Raquel Urbana disse...

Essa história deu bastante pano para a manga e vou colocar aqui um desabafo que fiz em um blog pelo qual vi a notícia:
Isso me revolta, principalmente porque o que nós, mães blogueiras, fazemos é a mesma coisa que nossas mães, avós e tias já faziam no tempo delas, nós trocamos idéias, contamos umas para as outras nossa experiência materna, trocamos opniões, damos palpites, dicas e desabafamos. Assim como todas as mulheres e principalmente todas as mães que conheço. A diferença é que hoje temos a internet à nosso favor, fazendo com que essa troca não seja restrita apenas às nossas parentes e amigas próximas, ampliamos a rede, e isso é evolução das relações humanas. Pra que fazer sensacionalismo barato em cima de algo tão singelo? Quer vender matéria? Vai correr atrás de pedofilia na rede, isso sim é perigoso... Agora a "jornalista" está preocupada com a super exposição dos nossos bebês... Então meninas vamos lá, só para quem ainda não sabe: não divulgeum em seu blog seu endereço completo, seus dados bancários, seu CPF, quanto vocês ganham por mês e onde te encontrar todos os dias, bandidos estão na rede e podem te achar, fazer maldades... E do resto? Bem do resto cuidamos nós, os blogs são nossos, a vida é nossa, os filhos são nossos, e agradecemos quem faz o favor de cuidar da própria vida ao invés de encher o saco de quem não está fazendo nada demais.
Pronto desabafei...rs

Ana Afonso disse...

Jornalistas deveriam sempre esclarecer aos entrevistados todos os aspectos da matéria, não? Assim você escolheria se quer ou não se expor. Lamento vivermos numa época de tantos especialistas, tantos palpites e opiniões... Será que esses mesmo especialistas não percebem que as crianças na TV estão mais sujeitas à exposição e seus perigos? Falar da internet e dos blogs esta mais em alta e eles aparecendo mais....

Anônimo disse...

¡Ah! al fin encontré lo que buscaba. A veces se necesita mucho esfuerzo para encontrar la pieza útil incluso pequeñas de información.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...