28 março 2011

Depois da Tempestade...

 Correndo com o primo Gui

 Curtindo as girafinhas com o papai

 Olhando os macaquinhos

O que essa gente tanto olha

É impressionante como o instinto, aliado à informação, são os remédios perfeitos para acalmar nossos corações.
Apesar de nem todo mundo concordar comigo, acho de suma importância as mamães buscarem informações na internet, em textos sobre psicologia, em livros, e até mesmo com mamães amigas, sobre como lidar com dificuldades na criação de seus filhos.
Acho uma coisa tão natural! Oras, se vamos fazer uma viagem, compramos um guia, estudamos os passeios, organizamos a rotina. Se vamos desempenhar uma profissão, fazemos um curso, uma faculdade, nos inteiramos de tudo a respeito para executarmos o trabalho de forma competente. Acredito que com a maternidade ocorre da mesma forma. Pelo menos comigo. Sempre que passo por dificuldades e busco mais informações sobre as fases e os problemas, me sinto uma mãe melhor, mais calma, menos ansiosa e mais paciente. Entender melhor o que meu filho está passando e sentindo, me deixa mais tranquila, ainda mais sabendo ser uma coisa que todas as crianças passam.
Mas, é lógico que não é qualquer texto ou qualquer conselho que são dignos de se dar ouvidos. Leio tudo que posso, filtro muita coisa, e tomo pra mim apenas aquilo que me interessa e que vai de acordo com a minha forma de pensar e de educar. Não sou uma HD vazia. Consigo discernir entre o que é importante e o que não é.
E assim, com as informações dentro de mim, meu instinto começa a agir de forma mais ordenada e consigo sempre, sempre mesmo, tomar as decisões mais corretas. Sei disso pelo reflexo nas respostas comportamentais dadas pelo Lucca.
Agora, por exemplo, tivemos um final de semana ótimo (fomos ao Zoo de São Paulo), e ele está super bem, feliz, e diante dos meus gestos e atitudes, não teve nenhum mal comportamento e não tivemos aborrecimentos. Consegui direcionar bem as pequenas crises e nada tomou proporções maiores do que devia. Agi como uma adulta lidando com uma criança e não como se tivesse três anos também...rs! É impressionante como é batata!
Quanto ao passeio no Zoo, foi muito legal, afinal, ver as crianças brincando, correndo e se divertindo é muito gostoso. E o Lucca é apaixonado pelos primos. Estava numa paixão com o Gui de dar gosto. E é um barato, cada um que encontra, adora, abraça, beija. Adora todos os três, igualzinho. 
No Zoo, triste apenas foi ver que situação de abandono que vive aquele parque que é um dos principais passeios de tantas pessoas em São Paulo. Tudo muito sujo, os bichos acabados e nervosos, e uma infra péssima, desde o estacionamento até a acessibilidade. E são 16,00 reais de entrada. Não é barato e o lugar estava lotado. Pra onde vai todo esse dinheiro: E os inestimentos que deveriam ser feito: Não sei como esse país vai receber bem uma Copa do Mundo... 


11 comentários:

Tuka Siqueira disse...

Oi Giovana, tudo bem? Realmente buscar informação e ter discernimento para filtrar o que serve do que não serve é uma otima saída para aprendermos a gerenciar melhor as crises, tanto no trabalho, na saúde, na família. Crises de birra então, só com muita informação.

Abraços

Nine disse...

NOssa, como ele tá loirinho, lindooo!
Que bom que vcs estão encontrando um caminho para as birras...não tem fórmula mágica, né?
Beijos,
Nine

Mariana disse...

Ter informação é sempre muito bom pra melhorar em qualquer coisa, mas dá certo porque alia informação com carinho e dedicação. Quanto ao Zoo, uma pena mesmo ser um lugar tão abandonado (faz tempo já), depois alguns dizem porque a gente dá mais valor quando vai a um parque fora do país por exemplo. Fui ao Seaworld é maravilhoso, barato e muito bem cuidado, principalmente os animais.

Família Iki disse...

Oi Gi.
Realmente a leitura abre nossa mente e nos faz compreender coisas que aos olhos nus não enchergamos.
Bjos
Paula e Isa

Gasparzinha disse...

Tb acho q a leitura e falar com outra mães é uma ajuda preciosa.
Mas que belas fotos, adorei.
Bjs

Ana Carolina disse...

Oi querida, muito bom seu blog adorei e vou seguí-lo.
Parabéns pelo seu filho lindão.
Sou mãe de 02 meninos gemeos.
Depois passa lá para nos conhecer:
meusmeninosgemeos.blogspot.com

Bjs.

Karin - @karinpetermann disse...

Olá Giovana, assim como você, creio que a melhor maneira de sermos melhores mães é realmente buscando informações, saber filtrar e agregar aquilo que mais acha interessante pra educação dos nosso filhos.

Hoje existe muito material bom, mas infelizmente eu quase não os acho na internet, o que mais tem me ajudado na educação do meu filho ainda são livros diversos.

Adorei seu post.

Abraços

Karin - @karinpetermann
www.mamaeecia.com.br

ღ Mami Keka ღ Hard Rock Mami disse...

Realmente somos famintas por informação e acho que isso me ajuda muito comomãe, mas assim como voce tbem sei separar as coisas e pesar.

Raquel Gomes disse...

Oi, Giovana! É triste mesmo ver o Zoo abandonado desse jeito. Mas dizem que os leões do Safari estão ainda piores.
Agora... vi que você mora em Santos...
Você não acha um absurdo o Orquidário estar há tanto tempo fechado? E o Horto de São Vicente?
Dois parques lindos, que dariam lindas fotos de nossos pequenos, e a gente não pode usar.
Estive me atualizando sobre o Lucca... tá dando trabalho, né?
Mas não se conforme com o fato de ser fase. Procure, sim, a psicóloga da escola, tente seguir aquelas orientações da Super Nanny (a britânica, tá? A do SBT é muito mole), e, principalmente, faça o que o seu coração mandar. Minha prima tem um menino que acabou de fazer 5 anos, e ela não consegue disciplinar nunca. E ele só obedece aos outros, nunca a mãe. Isso é péssimo, né?
Boa sorte aí!
Beijos

Mari disse...

Olá Giovana, estou comentando pela segunda vez nesse post porque tenho uma pergunta. Minha sobrinha tem quase a idade do Lucca e minha irmã diz que ela está terrivel, responde, grita, exige as coisas e quando ganha um não chora, bate porta e está com mania de morder e bater em outras crianças (ela morde adultos também), então queria saber se o Lucca também está assim e se possivel como post informativo gostaria de saber a opinião de outras mães com filhos nessa idade, pois acho que o problema da minha sobrinha é mais a mãe dela do que a propria criança.

Parabêns pelo blog!

Mafalda S. disse...

Também acho fundamental a busca de informação.

O Lucca e o Gui são tão parecidos. Nota-se mesmo que são primos.

Quanto ao parque, é uma pena que não seja zelado convenientemente. É uma pena os animais viverem assim. E passa uma má imagem para os visitantes.

Beijinhos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...