24 novembro 2009

Tudo bem, outra vez!

Desde que comecei o blog, sempre escrevi meus posts de forma bem humorada e feliz e sempre procurei ao falar de alguma dificuldade colocar artigos que estivessem me ajudando a enfrentá-la. Isso porque este é o meu jeito de encarar as coisas e também porque desta forma poderia ajudar também outras mamães que estivessem passando pelo mesmo problema. Porém, mais de 500 postagens depois, como poucas vezes fiz aqui, abri mão dos artigos e desabafei, já que nenhum deles estava mais me ajudando naquele momento. Foi então que me dei conta de que a informação especializada não é tudo. Já sabia disso, porém, ao receber tantos recadinhos - super longos e cheios de amor - recebi também uma enorme quantidade de energia boa e de bons conselhos. Foi muito bacana. Eu li vários recados que imediatamente começavam a chegar e deitei com o Lucca para descansar um pouco. Quando acordei, estava infinitamente melhor, mais calma e paciente. Decidi então dar atenção exclusiva pra ele. Então, desde domingo, procurei fazer as coisas da casa enquanto ele dorme e quando ele está acordado fico conversando, brincando, beijando e agarrando ele o tempo todo. E quando preciso mesmo fazer alguma coisa quando ele está acordado, o faço mas dando atenção pra ele ao mesmo tempo. Sempre agindo com amor e paciência. E pasmem...deu mais do que certo. Ele está outro. Parece que aquele comportamento era alimentado pelo meu stress. E a partir do momento que me resetei e fiquei calma de novo, ele melhorou. Está arteiro, lógico, mas já não está terrível e atentado. Estou muito feliz. Sou imensamente grata a todas as queridas amigas que deram um pouquinho de seu escasso tempo me escrevendo, consolando e aconselhando. Cada palavra foi lida de coração aberto e me ajudou muito a me reequilibrar. É muito bom a gente se sentir abraçada mesmo que virtualmente. E melhor do que tudo, é ver que esse mundo ainda tem muita coisa boa, como a amizade de todas vocês! Bom, assim, aqui estou eu, preparada para o que der e vier, de novo, pra sempre!

17 comentários:

Lígia disse...

Pois é Gi...Como tantas outras mamães já disseram no post anterior parece tudo igual! Meu
Gustavo tem 2 aninhos e 2 meses e já começou dar sinais de melhora dessa fase. Mas tb acho que parte dessa fase acaba se agravando por nossa impaciência... (inevitável né com tantas obrigações que "precisamos" dar conta). Sendo assim, é respirar fundo e ensinar o que pode e o que não pode, o que é legal e o que não é legal, o que nos deixa feliz e o que não...Acho que isso é ser mãe mesmo. E parece muito difícil porque até então ser mãe era só alimentar, dar banho, trocar...E eles não tinham vontade própria né!
Quanto a escola coloquei o Gu em agosto (1 ano e 11 meses), e ele está adorando. Nós tb estamos vendo muitos progressos quanto a maturidade, conhecimentos, etc...
Quanto a fralda, naturalmente esperei ele manifestar a vontade, e estamos em pleno desfralde (tem feito xixi direitinho, coco ainda não ) Ontem saimos a noite prá comprar mais cuequinhas pois na escola irão dar sequencia, e me pediram muuuitas fraldas..hehe..
Quanto a fala, como sou fonoaudióloga, meu discurso seria procurar ajuda (até os dois anos espera-se que ele já esteja falando algumas frases e muitas palavra) como mãe, aprendi a respeitar o tempo dele prá tudo (embora nesse quesito não tenho do que reclamar pois ele sempre falou muito). Se quiser me escreva! ADORO seu jeito de escrever!!!

Valquíria disse...

Aeeee!!!Viu só Gi você achou a chave do sucesso. Sabe que tb percebo que quanto mais estressada estou mais irritante o Gui fica?Quando estou calma e dando bastante atenção à ele, pronto ele muda completamente fica muito mais amoroso e educado! Obrigada pela dica assim conclui aquilo que já suspeitava...beijos grandes!
Val e Gui

Jessy Faleta disse...

E muito bom parar e observar as coisas por outro ângulo...rever os conceitos. são coisas simples q no corre-corre da vida não paramos p ver a diferença q faz em nós!
curtir os momentos intensamente,e ver q não passamos pela vida com cometas... e sim estamos brilhando constantes como estrelas!!
bjãooo muitasss felicidadessss

Rita bonifacio disse...

Heeeee!!!!!!!!! que bom Gi, fico muito feliz por tudo estar bem!
Os filhos são agitados mesmo..fazem bagunça, brincam..mas acima de tudo captam nosso estado mental. Eles são nossos reflexos, porisso a paciência é fundamental.
Eles (os filhos) são nossos amores e nada que uma boa dose de compreenção pra reavivar todas as coisas boas!!!!

Olha falando em paciência veja que lindo esse texto acredito que serve muito bem para todas nós mamães...

PACIÊNCIA

"Quando nós temos paciência, nós fazemos coisas infinitas.
Com a paciência vem junto um pouquinho da PERSERVERANCIA.
_Eu erro, eu falho, EU TENTO outra vez.
Cada erro nós coloca mais proximos dos acertos.
Nós não reclamos dos erros, das falhas mas aprendemos corrigir e encaminharmos. Porque se eu não tenho paciência eu reago RAIVA com RAIVA, VIOLÊNCIA com VIOLÊNCIA e a transformação é isso, eu vejo, a violencia EU INSPIRO, RESPIRO e tenho uma resposta FORTE, ENERGICA mas sem ODIO, sem RAIVA sem RANCOR.
Então a paciência é um treinamento do nosso proprio SER.
A nossa vida é um lugar maravilhoso para se treinar a paciência. Nós podemos ter um treinamento intensivo todos os dias.
O transito, nossa casa, nosso lugar de trabalho.
Ao invés de você gritar, ficar brava "engolir sapo"..não é nada disso. RESPIRE PROFUNDAMENTE E PERCEBA "ESTOU TREINANDO MINHA PACIÊNCIA"

"EU VOU FAZER..EU VOU
VOU FAZER O MELHOR QUE EU POSSO
MAS MEU CORAÇÃO NÃO SE AGITA!"

A diferença é esta, eu trabalho, eu cuido da casa, eu cuido dos filhos eu me MOVO com rapidez mas meu coração está em PAZ!!!!!"
Monja Coen.


Gi..e isso não é só ganho para nós mamães na correria do dia-a-dia com nossos filhos e tal..pq se estamos bem concerteza nossos amados filhos estão também!

BEIJOS!!!!!!!!

Vivian disse...

Concordo com vc Giovana!! Tento fazer q preciso enquanto o Gá dorme. A casa fica de ponta cabeça, mas só qdo ele pega no soninho é que coloco ordem na casa e na minha vida...rs
Fico 24h atrás dele, como está muito arteiro, tenho medo de acidentes, choques, etc...
Nosso estresse passa pra eles, com toda certeza. Então, vc está certíssima em respirar fundo e manter a calma sempre.
Nossos filhos não merecem mães estressadas!! rs
Bjo aos dois!!

Mamãe Nathi disse...

Gi, fiquei muito feliz ao ler este post!!! A gente vai se reiventando e sempre consegue.
É assim como seu blog 'Nascendo uma mãe'...
Estamos em processo de aprendizado, nossos babies vão crescendo, a gente aprendendo... e caminhando com eles.
Vai ver o Lucca queria atenção total, né? :)
E os pequenos são capazes de sentir quando estamos estressadas, sim...
Mas já passou e agora é aproveitar os bons momentos juntos.

Beijinhos***

Jessika disse...

Que bom que as coisas se acalmaram. Nada melhor do que uma mamãe feliz para enfrentar a dura rotina. É isso aí!!!! Parabéns!!!! É claro que as crises sempre existirão, mas o importante é relaxar e tentar lidar com isso da melhor maneira possível.
Bjs

Mãe aprendiz disse...

Oiii Gi. Que bom,Graças a Deus tudo está voltando ao normal.Eu li seu post hoje e como não passei por isso ainda, pois meu pequeno tem 8 meses,não pude falar a respeito. Mas como sempre, pode ter certeza que quando esse meu momento chegar vou lembrar de tudo que vc escreveu, que vc, mesmo num momento de desabafo, continua a ajudar e compartilhar esses doces e difíceis momentos. Você merece toda a força que deram, pois sempre está dividindo todos seus conhecimentos e dúvidas com todas nós. Beijosssssssssssssssssssssssss

nhirla disse...

Que linda foto, um lindo abraço!! Com certeza cada dia irá melhorar mais, pois amor vc tem de sobra e isso é o que eles mais querem, muita paz pra vc e beijossss

Mãe do Pitoco disse...

Gi, tenha certeza, esta foi a melhor coisa que vc fez para ele e para vc. E agora, com sua experiência, vc enrqueceu a vida de muitas outras mama~es que passam ou vão passar pelo mesmo. Beijos carinhosos nos dois

Ana Costa disse...

Fico muito feliz por estar tudo bem! Às vezes temos mesmo que parar, respirar fundo, dormir sobre o assunto, e aí tudo parece mais fácil!

Beijinhos

Telma Lira disse...

Oi Gi,
Somente agora consegui ler seus últimos posts e como me identifiquei, pois apesar de ter uma menininha não é diferente, essa fase perto dos 2 aninhos é igual para todas nós mamães. Que bom que vc falou o que estava passando e assim fez a gente também parar um pouquinho para pensar no que podemos fazer para nos ajudar e como consequência mudar algumas atitudes das nossas crianças. Obrigada pelas dicas, adorei. Parabéns pelo seu blog!
Beijinhos,
Telma & Maria Cecília

Álefe Souza disse...

Olá, Gi!Quanto tempo!!
Crianças sentem quando não estamos bem e dando atenção insuficiente para elas! O Yuri tbm é assim! E agora tá feio pq estou fazendo minha monografia e passo o tempo quase todo em frente ao computador! Também estou pirando! MAs acho que vou agir como vc! rsrs.Procurar dar mais atenção e ser menos estressada! Bjs! O Luca tá lindão!!

Márcia disse...

que bom.
eles são umas esponjas, absorvem tudo, coisas boas e ruins, é por isso que ficam tao sensiveis.
Mas foi uma otima dica para nos.
beijo grande

Flavinha disse...

oi gi obrigada pelo carinho descobri q será um menininha rss bjinhos

Priscila Sant'Anna disse...

Gi:

Que bom que aos poucos tudo está se ajeitando. Às vezes a solução é mais simples do que a gente imagina Gi, e fazer uns ajustes na rotina, e ter paciência com essa fase já é meio caminho andando.

O Lucca é um menino muito especial e inteligente e tem uma mãe super amorosa e bacana, não tem como essa parceria dar errado.

Que bom que de alguma forma tu recebeste o apoio e viu que todos nós gostamos muito de vocês e estamos aqui para aconselhar e ajudar naquilo que está ao nosso alcance.

Um beijão para vocês,

Pri e Bia.
Ps. O outro blog já está aberto ao público novamente: versosdemae.blogspot.com

Beijos

Diana disse...

Olá,
Há muito que visito o seu blog, cheguei até ele saltando de blog em blog. Desde aí que o acompanho com alguma regularidade pois identifico-me bastante com os posts que escreve. Tenho um menino que deve ser quase da idade do Lucca, mais dia menos dia, é de 23 de Jan de 08.
As crianças são todas iguais, ao ler alguns dos seus posts parece que estou a reviver muitos momentos com o meu "piolhito".
Gosto muito da sua maneira de escrever, é simples, clara, alerta-nos e ensina-nos para muita coisa.
Tudo de bom. Beijinhos para si e para o Lucca.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...