04 março 2009

Quando ele vai começar a falar?

Ultimamente o Lucca anda tão apegado com o pai...está uma fofura. O pai vai sair, ele gruda, pede colo. E não sai dali nem por decreto. Ele já reconhece o pai como alguém que "não é a mamãe" mas que é tão importante quanto ela em sua vida. E lendo sobe esse comportamento, descobri que isso somente se dá nessa fase pois é só agora que ele começa a ter noção e efetivamente descobrir o pai como pessoa presente e importante em sua vida. Agora, o mais legal é que isso tem a ver também com essa fase em que ele vai começar a falar. Ou melhor, esse contato com o pai vem na hora exata e vai ajudar o bebê a desenvolver seus pensamentos e vontades e tentar transformá-los primeiro em palavras e depois em frases. Isso porque a mãe tem aquela tendência de ler o pensamento do bebê e lhe dar tudo antes mesmo que ele peça, o que faz com que a comunicação verbal da criança demore mais a se desenvolver. Assim, o aumento do contato do bebê com o pai (e com outras pessoas, lógico!), que não lê os pensamentos do filho como a mãe, faz a criança sentir essa necessidade de comunicação. Por isso, mamães, nada de ciuminhos!!! Vamos colocar nossos bebês em contato direto com o papai porque, além de firmar ainda mais essa relação de amor, esse vínculo, vai ajudá-los a começar a tagarelar por aí. Assim, o papai ficará feliz, a mamãe também e o bebê mais ainda. Atualmente, o Lucca fala "mãmãmãmã", que sou eu, "dádádádá", quando quer algo e "tetetete", se referindo à mamadeira. A primeira "frase" dele foi um dias desses em que eu tive a impressão de que ele juntou "dádádádá têtêtêtê", pedindo mamadeira. Isso tinha tudo a ver com o momento porque ele tinha acabado de acordar, estava com fome e a gente brincando com ele. Daí ele soltou a "frase", ganhou têtê e tomou tudinho, satisfeito. Só faltou falar obrigado, rs*.

"AUMENTAR O CONTATO DA CRIANÇA COM O PAI – OU OUTRAS PESSOAS PRÓXIMAS – É UMA FORMA DE SOLTAR A LÍNGUA. A CRIANÇA PRECISA FORMULAR IDÉIAS E SENTIMENTOS ANTES DE ARTICULAR PALAVRAS. OS NOVOS CONCEITOS SÃO CRIADOS A PARTIR DA VIVÊNCIA, E NADA MELHOR DO QUE CONVIVER COM VÁRIOS UNIVERSOS PARA APRENDER COISAS NOVAS" - Revista Pais e Filhos.

15 comentários:

Dri disse...

heheh, a gente não vê a hora em que eles começam a falar depois.....Aqui em casa é assim: Keke, escuta...
Keke fica quieto um pouco...
kevinnnnnn, paráaaaaaa!!
hehehehheh..daqui uns dias vai ser Caca ahahahh
Beijokassssssssssss

Meu pequeno Príncipe disse...

O Caio continua grudadissimo em mim e não fala nada ainda, só dada, agua e papa(comida). Será que é porque ele não tem tanto contato com pai?

Meu pequeno Príncipe disse...

Tem selinho para você no blog, passa lá depois.
Bjus

Maria José disse...

Estão numa fase tão engraçada,
e ele já diz tantas coisinhas são uns amores
E está tão lindo, a sofia está sempre a piscar os olhitos ao Lucca, qualquer dia destes olha o meu namorado Brasileiro heeheheh
bjs

Carla e Diogo disse...

O Diogo também é assim!
O Lucca é muito bonito quando começar a falar não se cala mais :)
Beijinhos

natysil disse...

Pois, é Gi,
Minha filha é agarrada ao pai, às vezes nem eu consigo tirá-la do colo dele e ela chora quando ele vai embora. Acho que por dois motivos, um deles porque o pai fica mais tempo com ela do que eu e outro porque é menina, né?
Muitos beijos

Adriana disse...

Temos uma ânsia em ver nossos bebês se desenvolvendo né? eu ando louquinha pra ver a Giu caminhando, mas por enquanto ela só quer saber de engatinhar :)

Dany disse...

Dizem que meninos sempre falam mais tarde que meninas.
Minha Naty com 8 meses já falava mama, papa, uz... pouca coisa.
Lulu,por enquanto, nada.
Amei a foto!

Anônimo disse...

Oi Giovana!!
Como ele ta alto!!Parece maior do q a idade!! Lindao!!!
Amiga, to começando a criar um blog, ainda to errando pra aprender, ja ja te passarei o endereço, ta?!
Bjs, Daphne

Sofia,Pedro e Joana disse...

Oi Gi, tudo bem?Mas que fofura, o Lucca vai apreendendo a figura paterna com todo o amor!
Quanto à questão que me deixaste no blog, no texto sobre a reprodução das vogais por parte da Joana, o livro em questão chama-se "Os primeiros jogos: dicionário por imagens dos pequeninos", é da autoria de Nathalie Bélineau e Émilie Beaumont, Edições Livros e Livros.
Beijinhos,Sofia,Pedro e Joana

**Valquíria** disse...

Ai Gi eu adorei teu comentário no meu blog, muito obrigada pela resposta, acho que você faz em ter um filho seguido de outro para os dois crescerem juntos, aprenderem o quanto antes dividir os brinquedos e o amor dos pais, vamos torcer por uma menininha então!rsrsrsrs
Seu Lucca está cada dia mais lindo, inteligente e esperto e agora grudado no pai ta um passo de soltar muitas palavras novas e frases também, quando isso acontecer nos conta hein?!
beijosssssssssssss

Márcia Gomes disse...

nossa como o Lucca ta lindo com esta roupa. E ja começa a gostar de carros..rsrsrs
muito interessante este texto, nem imaginava estas coisas. bem bom saber!
grande beijoca para voces e bom final de semana

Li e Pedro Henrique disse...

Oi Gi...também acho mega importante este contato de pai e filho e o meu também é um grude só com o pai..é lindo de ver...bjs linda

O Pai alien e a Mãe alien disse...

Linda fotografia...o Lucca é mesmo giro.. ;)
A minha filha falou mto cedo..ninguem acreditava lol

lauraqueandanachuva disse...

Oi GI.
O Luca está liiindo! QUanto a falar, o meu bebe, F. diz mamã e papá apenas quando quer. DIz teté, para leite, baba para água e nã para não. depois repete sons parecidos aos que nós dizemos. É muito bonito ver a evolução. Na creche disse bola, mas em casa nunca disse. Parece fazer economia de palavras...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...