14 abril 2013

Minha Segunda Primeira Vez em Paris

 Minha duplinha no Louvre.

E na Torre Eiffel.

 Dando comida à Sofia no mesmo restaurante onde comemorei meu aniversário, há dois anos.

 Caminhamos muito!

 Na Place des Voges com sua arquitetura de mais de 400 anos, onde morou Victor Hugo. 
Não entramos pra conhecer sua casa mas brincamos muito num belo e moderno parquinho que tem na lá.


texto escrito em 20/03/13

Hoje estou em Paris.
Vim pra cá pela primeira vez há dois anos, a convite da Danone -Actimel, como Actimãe. Naquela viagem, apesar de sentir uma enorme saudade do Lucca, do marido, da mãe, do cachorro, da casa, conheci uma sensação deliciosa que é a de estar sozinha depois de tantos anos, num lugar desconhecido e maravilhoso, e descobrir que ainda era capaz de dar conta da situação ao sair à rua e ter que pegar o metro ou escolher e pedir o que comer num restaurante.
Todos os lugares tinham magia, tudo foi fácil e fascinante. Tudo era perto, iluminado e bonito. Foi tão legal que não sosseguei enquanto não consegui dividir tudo isso com meus amores Lucca e Fabricio. E como a Sofia chegou em nossas vidas nesse espaço de tempo, a exemplo do irmão, tiramos seu passaporte bem cedo pra nos acompanhar naquilo que mais amamos fazer: viajar.
Porém, e sempre existe um porém, desta vez estou conhecendo uma Paris bem diferente. Uma Paris ainda linda como sempre mas, uma Paris onde agradeço ao hotel por ter uma jarra elétrica no quarto, a qual seria apta ao preparo de um chá relaxante e na verdade vem sendo muito utilizada para fazer mamadeiras, dia e noite; água muito quente na pia, onde posso esquentar em banho-maria comidinhas de bebê e lavar roupinhas e utensílios. A Paris do Monoprix, um supermercado que vende água a preços dignos pois, uma coisa é tomar uma garrafinha de água do frigobar quando bate aquela ressaca e outra é usar quase quatro litros por dia para as mamadeiras e ainda para matar a sede de quatro pessoas. A Paris dos McDonald's limpos e lindos, com banheiros disponíveis a cada esquina para aquele xixizinho de criança que teima em sair muitas vezes ao dia por causa do frio. A Paris da Lego Store, da Disney Store, do Louvre das múmias, da Sacré Coeur do Carrossel e da Place de La Concorde da Roda Gigante. 
Ouso dizer que hoje estou conhecendo outra Paris: uma cidade aos olhos não mais e somente de uma mulher, mas aos olhos de uma mãe que está sempre buscando acessos para o carrinho de bebê, festeja ao entrar em banheiros com trocador e se sente acolhida quando encontra um garçom que sorri para seus filhos.
Há dois anos, eu olhava para a Torre Eiffel piscando e não acreditava estar ali. Me senti emocionada. 
Hoje, ao ver de perto a Torre piscando novamente, tendo meus três amores comigo, me senti realizada. 
São sentimentos diferentes mas ambos recheados de muito amor e dignos de mim, um a cada tempo, um em cada primeira vez... 

5 comentários:

Rosa Paula disse...

Oi, Giovana! Belíssimo relato! Passei pela mesma situação. Revisitar um lugar que amamos com os filhos é realmente uma segunda primeira vez.
Bj
Rosa
Le Paquet
PassaporteBaby

Rafaella disse...

Que lindoooos...
Nada como passar bons momentos ao lado dos seus amores!
Aproveitem muito.
Bjs

Mamãe Nádia disse...

Gi, que bom que vc apareceu!
É um grande sonho pra mim conhecer Paris, e fiquei aqui imaginando tudo o que você sentiu ao descrever esse post!
Vim te desejar uma ótima semana, antes tarde do que nunca!
Que venham muitos posts aqui no blog!
Beijos!

www.asosmamaenadia.com

Mamãe do Matheus disse...

Oi Gi amiga querida!
Que legal poder reviver um momento em lugar tão especial com nossos pequenos né?!
As fotos ficaram lindas!
Saudades!
Beijão!
www.mamysdematheus.blogspot.com.br

Lívia disse...

Um dia tambem vou realizar esse sonho de estar em Paris com minha familia!!!! Deve ser maravilhoso! Linda postagem!!! Bjsss

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...