26 fevereiro 2012

21 Semanas - Medo do Parto



Estava demorando para acontecer e aconteceu. Mas, isto já estava sendo previsto por mim para acontecer mais cedo ou mais tarde.
Tenho tentado evitar durante todo esse tempo de gestação pensar ou falar sobre o momento do parto. Sim, o momento tão aguardado por toda mulher, planejado, sonhado, pra mim é o momento mais evitado.
Hoje, de longe, não acho que o parto do Lucca tenha sido ruim. Afinal, ele chegou lindo, forte e saudável aos meus braços, e no fim das contas para uma mãe é o que acaba importando. 
Mas, não nego: não tenho lembranças muito boas das tentativas (infrutíferas) de parto normal em que as contrações tomaram conta de mim mas a dilatação não avançava até que tive que correr para o Centro Cirúrgico para uma cesárea, já que meu bebezinho fez um cocozinho no meio do caminho. 
Me lembro de estar triste, ansiosa, frustrada, com raiva do meu médico e apavorada de estar naquele local frio, cheio de desconhecidos, os quais eram todos iguais, com as mesmas roupas, e toucas, e máscaras. Ninguém foi carinhoso ou atencioso comigo. Foram estritamente profissionais. E eu, estritamente emocional. Chorava, sentia dores, estava com medo da anestesia. E ela não pegou. A sonda foi passada e a anestesia nada. E tomei mais uma e mais outra. Fiquei anestesiada até o nariz e não conseguia engolir minha saliva, respirar, estava com medo de engasgar. Estou vermelha e quente só de lembrar.
Queria muito acreditar que o parto da Sofia será diferente, mas não consigo. Tudo que passa pela minha cabeça, que aprendi com o que passei, é que com a mãe natureza não se planeja nada. Estava certa de que o parto do Lucca seria normal e lindo. E recebi uma cesárea chata e dolorida.
Queria acreditar que posso planejar um parto humanizado, um parto normal sem pressões ou simplesmente ter um anestesista escolhido a dedo. 
Mas, temo que os hospitais da minha cidade não estejam prontos para o parto normal. Eles parecem não ter paciência, estrutura e até conhecimento para deixar rolar um verdadeiro trabalho de parto. Sem induções, sem sorinhos, sem descolamento de placenta e, principalmente, sem perigo para o meu bebê. Assim, temo me planejar de novo e me frustrar de novo. As mulheres que conheço que tiveram partos normais são aquelas verdadeiras parideiras, que não deram nem chance ao médico de indicar uma cesárea.
Ontem, num aniversário conversando com as mamães do amigos do Lucca, a cada relato de parto que eu ouvia, tinha vontade de sumir dali. Meu coração disparava, me sentia com falta de ar e medo.
Tenho quatro meses pra trabalhar isso e vou fazê-lo, até porque não tenho muita saída...rs! Conversarei muito com meu médico, com minha psicóloga, vou tomar meus florais, visitar hospitais, falar, ouvir e vencer esse pavor. Mas, no fundo mesmo, acho que eu queria estar "confortably numb" e só voltar para a realidade quando a Sofia querida estiver encaixada em meus braços...

18 comentários:

Beth Lucchesi disse...

Vai dar tudo certo, viu... E para de ficar conversando com essa mulherada essa mulherada, sobre relatos de parto. Isso se conversa quando não há ninguém grávida. Fico espantada com essa gente que adora contar os detalhes do parto (mesmo o parto lindo, maravilhoso) para quem está grávida, aff...
Nunca um parto é igual ao outro.

Beijos!

Mãe

Fá, Mãe da Ana Luiza e do Gustavo! disse...

Olá!

acho que é a primeira vez que posto aqui, mas já passei várias vezes.

primeiro, parabéns pela Sofia! E pelo Lucca fofíssimo tb!

qto ao parto: corra atrás de informação. Informação vai te ajudar a bater de frente com esses sistema nojento que é o sistema obstétrico que temos por aqui. Tudo é indicativo de cesárea, desrespeito em cima de desrespeito.

eu passei por duas cesáreas. Na segunda, tentei o VBAC e fiquei por dias em TP, até que minha pressão subiu, eu não suportei mais a dor e bati no tatame.

Tem uma comunidade no orkut chamada GPM (Gravidez, Parto e Maternidade). As meninas têm ótimas indicações, textos e listas de profissionais que podem te auxiliar. E tem o grupo de discussão PARTO NOSSO.

Beijos

Gisele disse...

Gi minha querida, concordo plenamente com a sua mãe. Cada parto é único e realmente o mais importante é que vocês fiquem bem. No meu caso também não foi nada fácil, só que em relação à amamentação, até hoje me culpo por não ter amamentado o Nícolas, embora todos digam que naquele momento não tinha outra saída. Por favor, pense no parto através de um outro foco, independente da forma (normal ou cesárea) é lógico que você não será menos mãe por conta disso, por favor, não se desespere ou sofra por isso minha amiga. Em relação à humanização também é tão relativo, no meu caso a minha médica foi uma graça, muito atenciosa, carinhosa e dedicada, mas quem sabe se não era um bom momento para ela também. Para os médicos é tão natural o nascimento e acho que durante o parto eles se preocupam mais em que tudo acabe depressa e de maneira muito segura e entenda que o depressa não é por conta do horário que eles devam cumprir, mas sim com a finalização rápida temendo uma contaminação ou algo desse tipo. A vida é tão perfeita e com certeza tudo está previsto para que aconteça da melhor maneira para vocês duas. Fiquem com Deus e beijoks!!!!!!!!

Diário da mãe e da filha disse...

Querida, tenho que concordar com sua mãe! Cada parto é cada parto!
Sei que tudo dará certo. Larga esse medo!
Sofia vai vir linda.
Não ligue para esses relatos de partos.

Ah e parabéns pelas 21 semanas.

Beijos
Lilia

Marcia disse...

Oi Gi!Amiga, pq vc não vem ter a Sofia aqui em SP? No Sao Luis ou Sta Joana? Bom, eu, infelizmente nunca pude tentar parto normal,mas sei que esses hospitais sao muito bem equipados e quanto as cesareas, correu tudo bem as duas vezes, tudo bem tranquilo. O importante é confiar no seu medico. Estarei torcendo por vc! Bjs

Day Delphino disse...

Oie... Adoro acompanhar seu blog, seus textos sempre são lindos!

Bom... Que tenho a seguinte teoria: Parto pefeito é aquele que sai como a mãe imaginou (independente de ser cesaria ou normal) mas como vc disse nem sempre o planejado sai do jeito "certo".
Qdo eu estava gravida pensar na hora do parto sempre me assustou, sou muito medrosa e tinha medo de todos os tipos de parto. Então resolvi não pensar nisso e deixar rolar, se corresse td bem seria normal, se precisasse seria cesaria e foi nisso que me apeguei, sem "fantasiar" sobre essa hora, com 36 semanas a Rafa estava sentada ainda e como tenho um problema no utero a chance dela ficar ficar menor a cada dia que passava, então comecei a me adaptar com a ideia de cesaria, sem fantasiar sobre ela. Com 39 semanas eu estava asustada em um centro cirurgico e com o anestesista que era uma amor, super carinhoso e hj sei que meu parto foi lindo e perfeito.

Geovanna disse...

Amiga, vai dar tudo certo sim...
Eu fiz cesária e tive uma experiencia muito boa e tranquila...graças a Deus... Mais sera q no seu caso, ja q vc ja tentou normal uma vez e nao deu certo, e acabou se frustando, ja pensou em optar por ela ja de inicio e se preparar pra isso, pra nao ter imprevistos e sustos como da primeira vez... conversar e pesquisar bastante, se preparar pra esse momento pra nao ficar tao nervosa e dessa vez ter uma experiencia diferente... Infelizmente muitos hospitais ainda nao estao mesmo qualificados e nem preparados pra um parto natural e humanizado igual nos sonhamos e planejamos né... e no brasil, nem todos os medicos estao preparados pra isso tbm, entao, o jeito é a gente mesmo ir se virando pra fazer tudo ser o menos traumático possivel e tornar tudo lindo e inesquecível mais por bons motivos né... mais creia q dara tudo certo sim amiga... fico na torcida por vc... bjao!!

Anônimo disse...

Gi querida, esta sua angustia é normal, por ter passado alguns atropelos no primeiro parto, o segundo parto é mais fácil, aproveite este momento só seu e da Sofia com serenidade. Dica: suba DEVAGAR alguns lances de escada todos os dias.Quando vier a insegurança, pense na bebezinha linda indo tomar solzinho com a mamãe. Beijos. Nanci

Lídia e Alice disse...

Gi, sofri o que vc relatou... andei... andei... e não encontrei nada que estivesse preparado para um parto normal, nem estrutura, nem médicos, nem mais a tradição...! Tanto é que fui ter minha filha com o obstetra da minha mãe, um senhor no auge de seus 75 anos, acredite!!!
Tive Alice via parto natural (a anestesia tb não pegou...), mas deu tudo certo!
Vou ficar torcendo por vcs!
Bjos

Dany disse...

Gi,
apesar de Naty ter nascido de um parto normal tranquilo, também morri de medo do parto quando estava grávida de Lulu. Acho que o medo é inerente à condição de gravidez, independente do que tenha acontecido anteriormente...
Duas coisas me ajudaram:
Uma era eu lembrar que meu pai dizia: "olhe para o seu lado, todo mundo nasceu, veja os índios, sem estrutura alguma, a natureza sempre ajuda."

A outra foi um cartão que uma amiga(que sabia que eu estava com medo) me mandou que dizia: Uma folha não cai de uma árvore sem a permissão de Deus, ele toma conta de tudo!
Beijão
Dany

Cristiane disse...

Oi Gi, tbém sou do mesmo pensamento da Marcinha...pq vc não faz o parto no São Luiz ou outra opção?? Qdo engravidei da Gabriela já havia me mudado pra Campinas e mesmo assim segui com o pré natal com o médico de SP e o parto foi no SL Itaim, detalhe que minha bolsa estourou em casa 4 dias antes da cesárea pré agendada....liguei pro GO que depois de uma avaliação por telefone me capacitou a pegar a estrada....
Outra opção é o parto humanizado em casa, com assitência de uma doula e consentimento médico....depois que tive a Gabi me familiarizei sobre o assunto, foi uma pena não ter conhecido antes pois a cada relato que leio me emociono. Não sei se vc tem coragem, se seu marido topa...mas acho que é uma emoção sem tamanho e uma experiência única!!
Eu tenho uma vizinha aqui que fez, com o marido e filhos mais velhos acompanhando td....
Bjs

A Familia Alien 2 disse...

Como diz o meu medico..o ke interessa é tudo acabar em bem. :)) acho ke n deverias te preocupar com isso..pk os partos, os sintomas, a parte emocional e tudo o mais é completamente diferente do 1ª filho ( tenho duas filhas .dd ))e a minha bebé faz amanhã 9 meses e tenho uma nina de 4 anos:))).. e digo-te ke fui apavorada pro 2º parto mas é completamente normal acontecer mais medo pk ja se conhece o processo, n te preocupes com isso e vive o resto da gravidez com esse medinho pk é normal..se n tivesses n eras humana rsss..vai tudo correr bem ;)))

(Mamãe) ~Pinel disse...

Acho que se o parto normal e humanizado é o que você quer, você deveria correr atrás, e acreditar que é possível!
Aproveita que ainda tem tempo, vença seu medo, não só por você, mas também e principalmente pela Sofia.

Beijo! E boa sorte!
Espero que tudo ocorra bem!

Beatriz Burle disse...

Desejo muuito que você tenha o parto normal que sonha, mas se não der certo, tenha em mente que a cesárea não precisa necessariamente ser esse trauma todo. Eu fiz 2 cesáreas e todos os médicos, enfermeiras, anestesista, eram super carinhosos, atenciosos. Pra mim foi uma experiência muito boa. Então acho que não há regra.. o importante é que quando a Sofia estiver linda nos seus braços vc vai esquecer de todas as possíveis dificuldades enfrentadas. =)

Beijoo

Erica disse...

Moça, tive meu primeiro filho num parto normal, tranquilo. No segundo, estava bem certa de que seria igual, mas o rapazinho resolveu sentar aos 45 do segundo tempo. Também fiquei frustada, me achando a última e incapaz, fora que não consegui passar de um mês de amamentação em cada uma das gestações. Fiquei lá, me rebaixando, achando que não era boa o suficiente.
Até que aprendi que questão é o quanto se consegue relaxar e aceitar aquilo que nos vem. O importante é saber que nossos filhotes estão conosco e de forma saudável. Comparar gestação, parto é covardia. Cada mãe é guerreira sim, não importando a forma como trouxe seu rebento ao mundo! Boa sorte com a equipe que for te atender, serenidade na tua hora e que seja muito benvinda a Sofia!
Bj

Rosane disse...

Gi,
Eu também tenho medo do parto. A minha primeira foi cesárea e correu tudo bem. Eu gostaria de ter um parto natural, mas ainda tenho dúvidas. Fique tranquila, vai dar tudo certo. E não escute os relatos dos outros, as vezes é indelicado com as grávidas. As pessoas esquecem das angústias que passamos nesse período.
Estou te esperando na yoga!
Bj

Priscila Sant'Anna: disse...

Gi,
Não sabia detalhes sobre o parto do Lucca e me identifiquei muito em algumas partes...Também fico vermelha e quente até hoje ao lembrar do parto da Bia, ao falar ou escrever sobre isso.

Passei por várias coisas das que tu citaste, inclusive a Bia fez o mecônio na barriga, mesmo assim tive um parto normal, que até hoje chamo de anormal...e penso sempre que deveria ter tido ela em casa, sabia?

Mas querida, acho que tua mãe tem razão. E tu já sabe o que fazer, tua intuição tá te mostrando o caminho..
Mentaliza coisas boas, pede para Papai do Céu e confia sempre, logo Sofia estará em teus braços e tu terás uma nova história para contar!

Bjs
Pri e Bia

Natália Toledo disse...

Puxa, andei tanto tempo sem visitar os blog`s q nem sabia q está grávida!!!Que notícia boa!!Parabéns!!!
Deus abençoe muito vcs, olha vc vai viver a maior sensação de ver o amor entre seus filhos a melhor coisa q eu fiz foi ter mais de 1 filho não existe felicidade maior pra uma mãe doq ver a amizade dos seus filhos!!!
Parabéns!!!!!
Bjus

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...