26 julho 2011

A Barriga e o Cérebro


Com tantas amigas grávidas, impossível não notar nas mais próximas uma característica que o Fabricio sempre apontou em mim durante minha gestação.
Ele carinhosamente dizia, dentro da grandeza e delicadeza do universo masculino, que nosso bebê seria um gênio pois estava roubando toda minha inteligência. Lógico que isso sempre veio em um tom de brincadeira e sempre pra quebrar o gelo.
Afinal, imagine a cena: ver sua mulher barrigudíssima, ultra estressada porque não encontra a chave de casa, a qual ela jura que colocou na bolsa e tem certeza absoluta disso. Ela passa a acreditar piamente que a chave se desintegrou mas, jamais, que a bendita possa, quem sabe, ter sido colocada em algum outro lugar. No fim das contas, ao dar uma olhada com mais calma, ela começa a chorar porque acha a chave dentro de uma necesserie que havia sido colocada dentro de uma sacola. Tsc, tsc, tsc!
Nessas ocasiões, melhor sorrir dos acontecimentos e brincar do que brigar ou se irritar. Eu aprontei muitas dessas e de outras durante a gravidez. Esquecia todas as coisas em todos os lugares, errava data de consultas e exames, ralava o carro num pilar da garagem que eu jurava que nunca tinha visto, falava coisas sem um certo sentido. Eu, realmente, incorporei minha gravidez. Mas, sempre achei que aquilo era uma característica minha e não que fosse algo que atingisse um grande número de grávidas.
Porém, observando as amigas e lendo sobre o assunto, descobri que a coisa realmente é orgânica e existe.
Veja bem. No início da gravidez, o ritmo físico e mental da gente começa claramente a diminuir. O sono está mais presente e devemos respeitá-lo sempre que possível, pois é o jeito que nosso corpo encontra de muitas vezes nos obrigar a diminuir o nosso ritmo. 
Com o andamento da gestação, muitas coisas passam a tomar conta de nossa cabeça. Além de todas as alterações físicas e hormonais, ainda tem as emocionais. Afinal, essa é a maior transformação de nossas vidas. E, tudo isso acaba obrigando a mulher a fazer grandes adaptações e escolher novas prioridades.
O humor instável, a sensibilidade em alta, estão nos preparando para receber uma nova vida e entende-la desde o primeiro segundo. Precisamos reconhecer o choro, se é de fome, se é de dor. Precisamos estar com os instintos aguçados a todo momento. Para isso também tantos hormônios circulando pelo nosso corpo. 
Mas, a desatenção e o esquecimento, não devem ser encarados como um problema grave mas, devem ser respeitado por todos que convivem com a gestante já que estudos realizados por psicólogos de uma Universidade do Sul da Califórnia revelaram que realmente as mulheres ficam com a função cognitiva alterada durante a gravidez: elas não conseguem manter memórias de curto prazo nem a concentração, e perdem um pouco da capacidade de reter novas informações.
E isso tudo sem contar a enorme quantidade de coisas que a futura-mamãe tem pra pensar e organizar até o nascimento do bebê e a expectativa que sente com relação às enormes mudanças que estão por vir. Só isso já dá pra ocupar um cérebro quase inteiro, na minha opinião..rs!
Então, rodando por aí e lendo sobre o assunto, achei essas interessantes dicas práticas:

O que fazer para lidar com a sensação de estar avoada? 

Tente criar estratégias para lembrar do que realmente importa, e diminuir sua frustração:
1.Tenha na bolsa  um caderninho para escrever lembretes a qualquer momento e consulte as anotações diariamente;
2. Faça um calendário bem detalhado de atividades e datas;
3. Reúna sempre no mesmo lugar, itens que usa com frequência, como chaves e óculos.
4. Fale em voz alta coisas que não quer esquecer, para memorizá-las melhor.


E, para finalizar, uma palavrinha para aquele que, geralmente é a maior vítima dessa fase: o marido! Você deve dar muito amor e ter muita paciência com a mulher nesse período. De vez em quando fique surdo, deixando de ouvir certos impropérios, mas não fique insensível ao ponto de, durante uma crise de choro, ser incapaz de dar a ela um abraço. Essa é a época mais diferente da vida de um casal e a parceria deve permanecer em cada momento.
Posso dizer que isso chega a ser fundamental para uma gravidez feliz. Meu querido Fabrício foi sensacional, me ajudou muito, me fez sorrir várias vezes quando as lágrimas cismavam em brotar, sempre me dizia que eu estava linda e sempre me compreendeu quando a memória falhava ou quando meu corpo pedia cama.
Tudo na vida são fases! E essas são uma das melhores e mais inesquecíveis -apesar dos lapsos de memória! :)



10 comentários:

Agente especial "mamãe" disse...

hahaha
eu costumo dizer que "emburreci" legal e totalmente na gravidez do Bryan.E usava e abusava dessa desculpa quando ia mal nas provas da faculdade!!!
bjos

Juliana Ramos disse...

Agora vc imagina o meu marido passar por isso 3 vezes!!!rsrsrsr

Coitado, é um herói!!!

Belo post!!!!

Bjos

Nine disse...

Bah, eu fiquei bem avoada mesmo, ao ponto de não reconhecer pessoas conhecidas...
Nesse começo de segunda gestação eu voltei ao "avoamento", mas desta vez estou mis desencanada e já avisei aos colegas e amigos que serei outra pessoa até o bebê nascer, hahaha

Beijos,
Nine

Diário da mãe e da filha disse...

Tirando a parte de errar consultas e exames eu tive tudo isso, mas como eu tenho dois filhos o engraçado foi que eu "incorporei" mais quando engravidei da Ingrid e não do Anderson, eu sei lá o porque, rsrs

Amei o post!!

Beijos

Valquíria disse...

Tb ralei o carro varias vezes quando estava gravida, realmente faz sentido e Gi vc foi uma gravida linda, suas fotos não negam.Vou torcer para que engravide de novo!beijos
Val e Gui

Miguel...Presente de Deus disse...

hahahaha e eu achava que isso tinha acontecido só comigo.rs
Sabe que uma das coisas que me aconteceram na gravidez foi guardar a jarra da cafeteira dentro da geladeira e fiquei procurando igual uma louca,colocando a culpa em Deus e o mundo.kkkkk

Bjokas

Carla e Miguel

Testes da mamãe disse...

OI, adoreiiiii seu blog, parabéns!!! Estou te seguindo, e estarei sempre por aqui lhe visitando,sou Mãe de um bebê de 11 meses, criei um blog atualmente sobre dicas e testes de produtos de bebês, se puder retribuir e seguir o blog agradeço, se puder dá uma passadinha lá,o endereço é: http://testesdamame.blogspot.com/
Bjsss

Giovana disse...

Oi "Testes da Mamae": nao consegui acessar seu blog pois esta privatizado. Mande-me um convite, ok? Beijosss!

Mariléia da costa disse...

Linda,eu quero ter outro BB aiaiai.
Ñ VOU DESISTIR apesar de isso já ter me levado á psiquiatra uma hora dessas eu consiga né!!!!!!!!bjs

Okamix disse...

Estou visitando o site pela primeira vez e gostei bastante !

Já adicionei o site nos favoritos para estar acompanhando as novidades !

Parabéns e Sucesso !
www.okamix.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...