05 junho 2011

Paris - Danone, uma Empresa do Bem

Nos arredores de Paris, se receber um convite muito especial, você poderá conhecer o lugar onde toda a história por trás de um potinho de iogurte começa. Assim que você chegar ao Danone Research Center "Daniel Carasso", eles, como bons anfitriões, hastearão a bandeira do seu país lado a lado com as bandeiras deles e então, será dado o start para uma tarde inesquecível.
Pra mim e para as outras quatro actimães, a descoberta desse incrível lugar começou por intermédio de uma francesa chamada Françoise Néant que, de cara, já se apresentou como Cientista e PhD. Bom, só a pronúncia da palavra cientista já nos remete imediatamente a algo muito legal e especial, né? Afinal, quantas oportunidades temos na vida de conhecer e conversar de igual pra igual com um cientista?! rs.

As  #Actimães
Para minha supresa, ali trabalham cerca de quinhentas pessoas, sendo que quase quatrocentas delas são cientistas também, cada qual especialista em uma área específica, porém, com uma amplitude de áreas que nos deixa boquiabertas: Nutrição, Imunologia, Fisiatria, Engenharia de Alimentos, Microbiologia, Especialistas em Comportamento do Consumidor e em Avalição Sensorial, Biquímica, Engenharia Molecular, etc.
Bom, depois da Françoise nos apresentar de forma teórica o Centro de Pesquisas, foi a vez da inglesa Bridget Holmes, depois do uruguaio Gianfranco Grompone (torcedor fanático do Peñarol - time rival do nosso Santos agora na final da Libertadores!) que nos levou para dentro dos incríveis laboratórios da Danone, depois da italiana Felicetta Ortica e de outra francesa, a Murielle Gagneau.
entrada do Research Center
O resumo da ópera é que ninguém no mundo que não tenha acesso a um lugar como esses tem a exata noção do trabalho e dedicação exigidos pra ser responsável por aquilo que se faz.
Pra mim, consumidora comum, num mundo em que a gente imagina que as grandes empresas visam somente lucros, conhecer os bastidores da Danone me mostrou que dá pra ser grande e dá pra ganhar dinheiro sendo correta e responsável com seu consumidor e com o público em geral. Por exemplo, o lançamento de um novo produto leva sete, oito anos entre sua criação e sua colocação no mercado. São centenas de processos, estudos e testes antes de chegar até nós. Outra coisa super interessante é que cada país tem suas peculiaridades com relação à gostos, forma de se alimentar e necessidades nutricionais. Tudo isso é levado em conta e muitas vezes os produtos são modificados especialmente para se adequar a um certo país onde será comercializado. Isso aconteceu aqui no Brasil, com o Danoninho. Foi feito um estudo com cerca de 3.000 crianças brasileiras entre 2 e 6 anos e se constatou uma deficiência de cálcio nelas. A fórmula do Danoninho foi então ajustada para as nossas crianças com um aumento do cálcio e da vitamina D, que ajuda a fixá-lo. Fora isso, ano após ano, de forma bem lenta, o teor de açucar nos iogurtes brasileiros vem diminuindo. A coisa é tão devagar que a gente não percebe. Mas, se pegássemos um Danoninho de dez anos atrás e um de hoje, poderíamos perceber no paladar uma grande redução de açúcar.
Além disso, eles estudam desde a melhor embalagem para o consumidor, quanto a melhor embalagem para descarte no meio ambiente. Eles estudam os gostos e também estudam os benefícios. Eles simplesmente estudam e publicam seus estudos desenvolvidos em máquinas e laboratórios particulares de última tecnologia em revistas científicas, dividindo suas descobertas com as comunidades acadêmicas.
Actimel à vontade! Delícia!



Pois bem. Tenho um milhão de coisas pra contar que aprendi lá e, infelizmente, um post é pouco para falar sobre tanta coisa boa. Mas, o que posso dizer é que a sensação, na verdade, a constatação que tive após essa visita e após a convivência de alguns dias com dois representantes da Danone que nos acompanharam durante toda a viagem, o Rodrigo e o Théo,  é que trata-se de uma empresa 100% do bem e que merece toda nossa confiança e merece deixá-la entrar em nossas casas, sim! E acredito que essa oportunidade que me foi dada deve ser repassada e multiplicada através dessa janela que é a internet, que é o meu blog, para que todo mundo saiba como as coisas lá são legais.A gente merece saber de tudo isso. E eles merecem que a gente saiba! Parabéns Danone empresa, Danone estudos, Danone fábrica, Danone pessoas. Vocês me conquistaram!

3 comentários:

Lidia e Alice disse...

Olá Giovana! Vc lembra de mim? Lídia, mãe da Alice! Bom, ficamos super felizes com sua viagem, com a visita à fábrica da Danone, com tudo! Adoramos mais ainda poder compartilhar com vc desta sua experiência fantástica de crescimento! Um beijo Ah, deixo mais uma ver (acho que a sexta...) um convite para continuar participando do meu blog e da Alice! Me envie seu e-mail para que possa mandar o convite! É lfoureaux@yahoo.com.br
Por Lídia e Alice

Eu e minhas três bonecas... disse...

Muito legal, pela minha profissão (professora de engenharia) já visitei algumas empresas, mas nenhuma como a Danone, deve ter sido muito legal mesmo!
Parabéns actimãe!
Beijos
Gabi

Baby Cebolinha (mamãe Menta) disse...

Amei o post. Com certeza vou comprar danoninho original pro meu filhote, sem crise na consciência! bjos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...