20 novembro 2010

A Novela do Gesso

,

Aquela primeira noite com o gesso foi desesperadora! Ele curtiu, curtiu, só que na hora de dormir cismou que eu tinha que tirar de qualquer jeito. Gritava, chorava, rangia e exigia:
- Mamãe, tira, tiraaa!.
Apenas consegui fazê-lo dormir depois de quase meia hora no colo, ninando e cantando baixinho em seu ouvido Meu limão, meu limoeiro, igualzinho como quando era um pequeno bebê.
Depois que dormiu, foi para sua cama e seguiu desmaiado por quase doze horas seguidas. Um alívio para todos.
Quando acordou, estava um doce e nem comentou sobre o gesso. Mais tarde, perguntou umas duas vezes se podia tirar. A gente aproveitou a sua paixão e entendimento por números e explicou que aquele dia era dia 18 e que ele poderia tirar o gesso no dia 22.
Então, daí pra frente sempre que ele pede pra tirar, a gente lembra a data atual e o dia de tirar e ele aceita numa boa.
E a vida está normal: ele brinca, vai à escola e faz suas artes nomalmente.
Só detesta quando as pessoas comentam e perguntam o que ele aprontou. Nessas situações, o tímido, por culpa paterna, se esconde entre as minhas pernas, querendo desaparecer.
No dia 22 ele tira o gesso longo e coloca o gesso curto, que ficará mais uma semana.
Ao final terão sido quase três semanas imobilizado. Imobilizado, porém, nunca parado, estacionado ou estático. Ao contrário. Imobilizado, mas totalmente zoeira, sem-vergonha e terrível.
Ontem me chamou para que eu o olhasse. Ele na sala, eu na cozinha. Quando dirijo meu olhar até ele, vejo a seguinte cena: o garoto do braço imobilizado, em pé sobre o puff de rodinhas da sala. Assim que ele percebeu que eu estava olhando, deu um salto maravilhoso e bem-sucedido até o sofá. Levantou-se, orgulhoso, e disse:
- Viu, mamãe? ... 
Isso tudo não durou mais do que três segundos.  Posso com isso?

Na quinta fiz um post sobre Sexagem Fetal lá no blog da Mamãe Modernex. Espero vocês po lá!

7 comentários:

Confissões de uma mãe de primeira viagem disse...

Hahaha que fofura, aprontando até com o gesso!!
Imagino como deve incomodar pra dormir né, ainda bem que ele entendeu!!

bjos

Gisleide disse...

Oooooiii estou de volta!!! Como vc está? Espero não sumi tanto... Saudade da blogosfera! rsrsrs Bjus!

hahahaha muito fofo teu bebe.... está uma graça com esse bracinho assim.... mas eu ia ficar desesperada de ver minha filha com o gesso... sou muito nervosa... bjs

Família Iki disse...

Oi Gi,
Tadinhoooo esse gesso coça bastante no calor, mas é preciso né!
Imagino sua reação ao ve-lo pulando rsrsrs
Bjinhos a todos.
Paula e Isa

Deny disse...

Nossa imagino o desconforto para ele, pior que coça, fica uma coisa meio agoniante!!!

Ele certamente refletirá em algumas coisas ainda que pequeno, importante isso para ele amadurecer!

Seu baby é mt fofo ^^

© ●•TéTé £ XαVιєя•● disse...

Não sabia o que tinha acontecido com o Lucas… minha nossa que coração de mãe sofre!
Felizmente que as crianças tem uma excelente capacidade de adaptação mas mesmo assim não imagino o teu sufoco.
Que corra tudo bem hoje, com a troca de gesso.
As melhoras.
Beijos
Tété & Xavier

Daniela Guimarães disse...

Meu coração gelou aqui com a história do salto...
Melhoras pra ele.
:-)

Consultora Educacional disse...

Gosto muito dos artigos de ótima qualidade do seu Blog. Quando for possível dá uma passadinha para ver nosso Curso de Ingles. Daienne

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...