24 agosto 2010

Os tombos que eu tomo e que ninguém vê...

Muita gente me acha um exemplo de mãe e o Lucca um exemplo de filho; que tudo é perfeito, que a gente não se desentende, que eu não me aborreço e que ele sequer me dá trabalho. Tudo um monte de devaneios! Principalmente nas últimas semanas, ele anda me dando muito trabalho. Trabalho não só no sentido de acordar várias vezes durante a noite e de exigir demais a minha presença durante o dia. O pior mesmo vem sendo os embates, os enfrentamentos. E eles me fizeram voltar novamente aos meus arquivos, de tudo que já li e já opinei com relação a essa fase da criança. E percebi que estou fazendo tudo errado. Nesses embates nunca saem vencedores. Eu nunca vou conseguir que ele faça o que eu quero porque ele não entende o que é e nem o porque de eu querer. É puro estresse e desgaste para os dois. Uma das maiores causas de brigas vem sendo a hora de se trocar. Ele tem uma gaveta de roupas de ficar em casa e de pijamas e uma gaveta de roupas de sair. Simplesmente, o tempo todo ele só quer roupa de sair. Ficar em casa com uma calça de malha, nem pensar! Só jeans. E isso quando aceita calça. Só quer bermuda. Blusa de frio então, só depois de muita briga. E ele está resfriado, o que me deixa ainda mais irritada. A primeira frase que ele profere, logo ao acordar é: -"Roupa de sair, mamae!".
Além disso, se ele escuta um não por qualquer motivo, grita com raiva, chora e grita mais ainda. Em outros momentos ele assoa o nariz na própria mão e sai correndo, rindo e espalhanodo ranho pelo rosto e pela casa. Seria engraçado se não fosse trágico. Tá bom vai... é mais engraçado do que trágico. Mas, dá vontade de catar e dar uns berros. E era o que eu estava fazendo. E não estava adiantando nada. Tudo estava virando um caos e a cada dia ele estava pior. Aí, após conversar com a Vó Beth, ela, após ouvir de mim a frase desesperada: -"Acho que desse jeito vou ter que começar a bater no Lucca!"- foi quem me lembrou de voltar lá atras e reler tudo e reaprender para agora aplicar a teoria à pratica.
Então, após muito pensar, tomei algumas decisões. As mais importantes são:
- me dar um restart, começar tudo de novo, do zero. Ou seja, me acalmar para lidar melhor com as situações;
- falar "não" apenas quando extremamente necessário e de uma forma carinhosa, sem ser autoritária;
- quando ele levantar a mão pra me bater, seguro seu braço e peço um abraço;
- permitir, dentro de um certo limite, que ele escolha as roupas que vai vestir já que, pensando bem, que mal há no fato dele ter sua personalidade e suas vontades?
- e, quando toda paciência e argumento do mundo não funcionarem, me abaixar ao nivel dele, olhar em seus olhos e colocá-lo para pensar no que está fazendo de errado, sentadinho em sua cama. Dois minutos é o suficiente. Dai eu o pego, ele pede desculpas e lhe faço prometer que não repetirá o que fez e não voltará a desobedecer a mamãe.
Hoje já foi assim. E o dia correu super bem, com ele muito feliz, brincando muito e gargalhando muito.
Precisamos ter muita calma, paciência e inteligência para lidar com nossos filhos. E carinho e amor são a saída para tudo. Afinal, como ensinar nossos filhos a serem amáveis se os tratarmos com truculência e autoritarismo? Não dá, né? E lá vamos nós! De noooovo!

Meninas, no Blog da Mamãe Modernex estou falando sobre Pronação Dolorosa e sobre os bebês engatinhando!

20 comentários:

Miguel...Presente de Deus disse...

Amiga adorei as suas decisões e confesso que vou tentar fazer o mesmo,porque aqui em casa está igualzinho.Agora com essa carinha da foto,quem resiste hem?rs

Tem selinho pra você no meu blog.

Beijocas em vcs

Carla e Miguel

Leia disse...

Olá minha lindona,eu já estou no rémedio controlado(tarja preta mesmo)minha instrutura emocional já foi á tempos,mas nada com violencia, é muita cobrança minha minha mesmo,medo de não ser uma boa mãe,entender meu filho de verdade enfim...estou lutando e vou conseguir.bjs

Ana Carina disse...

Oi Gi!
ADORO o seu cantinho e acompanho desde que meu filho Mateus ( 1 ano e 7 meses) nasceu (e agora, o Blog da Mamãe Modernex tbm). Sempre estou por aqui pra pegar umas dicas, tirar dúvidas - e vc nem imagina o quanto já me ajudou! Meu filho, embora com pouca idade, de vez em quando faz birra, tbm não gosta de ser contrariado e quando isso acontece reage com tapas, mordidas e afins... No auge do meu desespero tbm cheguei a achar que a única solução seria a "palmadinha", mas por acaso encontrei o livro: Criando Meninos, de Steve Biddulph, ed. Fundamento - e adorei! Me esclareceu muitas coisas. E pra enfrentar essa "fase de ferinha" só com paciência, carinho e amor em DOBRO. Então, #ficaadica. Espero que você goste.
Um beijo enorme pra você e pro fofo do Lucca.

Renata disse...

Acabei de conhecer o seu blog e nem sei muito bem através de qual outro cheguei aqui.
Adorei, já li milhões de posts, mas esse aqui caiu como uma luva para a fase que estamos vivendo aqui em casa. Estou mesmo precisando de um restart!!
Gostei muito.
E como o Lucca é LINDO, meu Deus! Parabéns!!!
beijos, Re

Re disse...

Gi, muito bom o post..tenho muitos medos de qdo tiver filhos e um deles eh justamente nao ter paciencia ou nao saber educar direito. Vc esta fazendo um otimo trabalho, nao eh facil, mas esta no caminho certo.
Estou com um blog novo, criei para relatar minha expectativa em engravidar (agora que liberei a fabrica) e depois falar da gravidez em si (http://sereimae.blogspot.com). Bjs,

Márcinha disse...

Gi queria ser como vc kkkkkkk,mas te confeço q tem dia q é complicado,aqui em casa são 3 crianças, a Brenda de 12 anos mudou bastante o jeito de ser depois q voltei do Sul,esta mais calma,ela era muito bocuda...o Rhian de 4 anos é muito chorão,agora falo não pra ele e explico pq não pode,ele berraaaaaa,chora,bate a porta e volta pra gritar comigo,tem dia q ignoro,mas tem dia q dou um tapa no bumbum,errada eu???pode ser,mas tem dia q não dá viu,hoje mesmo fui no mercado ele fez um escandalo pq queria um
salgadinho,eu suava,quase
infartei,sentia meu rosto queimar,td mundo olhando pra minha cara...sabe pq não comprei,pq na minha casa tem o mesmo salgadinho,não ia comprar só por capricho dele,se não tivesse em casa td bem...
Sai do mercado ele ficou quietinho e em casa eu disse q ele não saira mais comigo...vamos ver,só conversei.
Sou muito amorosa,carinhosa,converso,mas tem dia q só isso não basta aqui em casa.
O Enzo de 1 ano e meio as vezes faz umas birras,falo um não bem firme ele abaixa a cabeça e sai...
Amei as fotos da viagem de vcs...lindas

bjs

Ana Cristina disse...

Oi Gi, eu acho que vc tava cobrando muito do Lucca mesmo, com relaçäo as roupas, com minha filha é bem parecido, e eu sempre procuro ceder um pouco, mas nem tanto, eu falo pra ela que a outra roupa é linda, linda, linda que é cheiroso, faço um monte de elogios na roupa q quero que ela vista, as vezes consigo convencê-la qdo näo consigo, quem cede sou eu, näo vejo grandes problemas em usar roupas de sair em casa, pq as roupas de sair säo menos usadas mesmo né? entäo imagina os pequeninhos loucos pra vestir, outra coisa é que muitas vezes a roupa fica perdida e ainda está seminova.

Acho ótima a idéia de seguar o bracinho dele e pedir abraços e ensinar a pedir desculpas, aki em casa funciona. Qdo minha filha näo quer pentear os cabelos (ela detesta) eu digo pra ela que vou chorar, aí ela mesma já pede "cupa mamäe" quer dizer desculpa.

Eu particularmente acredito muito nesta listinha que vc escreveu, vai com fé q dá certo, com o tempo ele vai começar a pedir desculpas de vc espontaneamente.

Pammy disse...

Oi Gio
Aqui não é diferente, o Fe está respondão e mal criado, o pior eu quem crio, não quer fazer lição na escola, não quer obedecer a tia.
me enfrenta o dia todo, e se já não bastasse.
A Hel que é menor aprende e repete tudo o que ele faz e ela não tem medo de bronca nem de castigo, e eu não aguento ficar só na conversa, eles acabam apanhando.
um dia passa.
bjks

Valquíria disse...

Quem fez essa foto merece aplausos!Ô foto verdadeira de mãe p/ filho essa, hein?A carinha de zangado do Lucca não deixa duvidas de que esta sendo chamado a atenção pela mamãe, e que carinha gostosa!!!Vc esta certissima Gi, com amor se vai longe e com paciência a gente educa, não é facil mas tb não é impossivel!beijocas,
Val e Gui

Rafaela, mamãe da Malu e da Milena!!! disse...

Amiga, estou passando pela mesma fase que vc com a Malu....tb vivo nesse dilema de escolha de roupas, sapatos, enfim...é uma personalidade forte que eles tem emsmo...por aqui a Malu só quer usar saias e roupa de sair tb...até na hora da escola é um sufoco pra ela entender que tem que ir de uniforme todos os dias....mas enfim...concordo que paciência é TUDO mesmo...não vale a pena se estressar. Apesar de já ter chegado ao meu limite algumas vezes com essas coisas, hoje em dia já compreendo que só com paciência e compreensão a gente consegue resolver essas questões com eles!
Beijo grande pra vcs!!!

Daniela Guimarães disse...

"Quando ele levantar a mão pra me bater, seguro seu braço e peço um abraço."
Sem dúvidas, esse foi o ensinamento da semana.
Obrigada por compartilhar!
:-)

Carol disse...

Gi, tenho um texto lindo sobre filhos no meu blog - talvez o melhor que já li. A cada malcriação do Gabriel lembro dele e recomponho minha paciência, pois sei que um dia essa fase vai passar e nós sentiremos muita saudade. Então, muita vitamina P para nós e muito carinho para eles. Bjocas.

Álefe Souza disse...

Estou passando por isso tbm, Gi! Não é fácil, pois estou um estresse só. Yuri faz ouvidos de mercador para mim. Mas suas dicas foram valiosíssimas e vc tem razão. Sempre é tempo de avaliarmos nossas atitudes e recomeçar.

Bjokas!

Maria Fernanda disse...

Que lindo Gi, amei.
Acho q é a primeira vez q escrevo aqui ne.
Ai essas santas avós q nos fazem olhar pra nós mesmas e perceber o q estamos fazendo.
O caos estava imperando aqui em casa uns meses atras, e minha mae q me fez perceber q minha irritaçao só trazia mais irritaçao ainda.
Olhe, me segurei, respirei fundo e contei até 10 centenas de vezes por dia, mas valeu muitissimo a pena.
Mts bjs priminha linda.

Kelly - Retrato de Mulher disse...

kkkkk Que carinha mais linda mo Deus do Ceu kkkk... Ele faz charme ate pra ganhar bronca !!!!

É Gi... Paciencia, Amor e muita tolerancia... é por isso que ser mãe acaba fazendo de nos mulheres seres tao diferente !

Em casa nao é nem um pouquinho diferente, ele tbm implica com as roupas, as vezes com o sapato, e tudo que ele resolver que nao tá bom, isso faz parte do crescimento e do amadurecimento deles. Não é Facil !!! Mas quem foi que disse que seria ?

Vc esta indo super bem, fique certa disso !

bjus e um otimo final de semana

LIGEIRAMENTE GRAVIDOS disse...

ADOREI O QUE EU LI, POIS ESTOU GRAIDA E SEI QUE NÃO TENHO MUITA PACIENCIA COM CRIANÇA, MAS NUNCA TINHA OLHADO POR ESSE PONTO DE VISTA QUE COLOCOU.

BJOSS

Vivian disse...

Idade difícil! Estou passando por situação parecida aqui. Mas o importante é isso mesmo que vc citou, não perder a calma e bater não, nunca!
Suas atitudes são muito sábias!
Bjos

Mãe aprendiz disse...

Oi Gi......, por conta da paulera com baby , e trabalho.. estou hiper estressada..afff.. Nao tenho tempo para mais nada e isso esta me consumindo....Hoje estou aqui pq ele acabou de dormir , depois de 10 horas acordado direto, com direito a resfriado, muitas brincadeiras e birrasssss.. Lendo seu post,, fica aqui pensando: Passo por isso tb na hora de trocar de roupa......Nao sei o que e pior, rssss nao querer colocar roupa mesmo naqueles dias de muito frio , ou ... se como o Lucca que quer colocar roupas novas e faz a birra para nao tira-las...., rssssss..Meu baby aqui faz cada berreiro para isso, que parece que vc esta socando o pobrezinho...... Agora sei pq dizem mae e padecer no paraiso, tem horas que tenho vontade de gritar, bater,mas tenho evitar ao maximo, pq sei que nao resolve.... e nesssas horas que digo: esses tombos ai que a gente leva... muitas levam,,,,mas poucas conseguem compartilhar como nos aqui....,pq quando encontramos nossos amigos na Rua, em festas etc...... ja passaram por tudo ...mas sabem que sao fases e que cada fase vai ter sua dificuldade, mas tb teremos muiiiiiiiiiiiiiitos momentos felizess..... Beijossssss e obrigada por cada vez mais dividir aqui com todas nos,pq ja cheguei a pensar que isso so acontecia aqui comigo, rssssss....... Beijao.

Ju e Lipe disse...

Gi... isso é tudo que você falou, as vezes nos sentimos tão cobradas ou comparadas, mas nossos filhos nos "decepcionam" também, isso é vida, eles têm a deles também. Parabéns pelo seu blog e achei curiosa a matéria do modernex, sabia que isso poderia acontecer com as crianças, mas não sabia que poderia ser tão frequente assim. Obrigada por esclarecer mais isso...
bjos

Vanessa Datrino disse...

Olá! Encontrei vc na net e gostaria de te apresentar meu trabalho!
Ficarei muito feliz com a visitinha!
Ah! E tem sorteio de convites por lá!
Bjinhos,
Vanessa Datrino
www.datrinodesign.blogspot.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...