19 abril 2010

De volta à escola

No feriado da Sexta-Feira Santa o Lucca teve febre, apresentava coriza e chegou a gritar de dor no ouvido. Foi aí que me vi na cena clássica de mãe, com o filho doente, sem ter a quem recorrer. Isso porque o Seo Padeiro está doentinho e vem se afastando cada vez mais do Consultório (e mesmo assim, de final de semana eu não o acharia nunca, nunquinha). Daí, valeu minha experiência de me lembrar que a febre só é realmente preocupante após três dias persistindo. Então, pelas contas, eu poderia esperar até segunda-feira para levá-lo a um pediatra, já que os pronto-socorros aqui de Santos estão lotadíssimos de pacientes com dengue. Com o antitérmico foi-se a dor no ouvido e assim fomos até segunda.
A Tia Marion então arrumou consulta de urgência com o pediatra dos priminhos, Dr. Gil. Na terça fomos até lá pois apesar do Lucca já não ter mas febre, o catarro estava verdinho e ele apresentava uma leve conjuntivite. Diagnóstico da brincadeira: laringite/sinusite/otite/conjuntivite e primeira vez na vida tomar antibiótico.
O médico é um amor (seu blog: gilribeiroreis.blogspot.com), tem um baita trato com a criança e é muito atencioso com os pais. Demonstrou muita competência e firmeza no diagnóstico, já que também é pneumologista, completando que devemos repensar a escolinha, se vale a pena, já que, se ele começar a entrar no antibiotico toda hora, passará a ser uma recomendação médica tirá-lo das aulas. Além disso tudo, o coitadinho ainda estava com o pintinho inflamado e o médico deu uma pomada para cessar a inflamação.
Depois de dois dias o Lucca já estava ótimo e na sexta tivemos retorno. E nesse dia nós sofremos. O pintinho do Lucca ainda estava inchado, apesar de bem melhor. Mostrei ao Dr. Gil e ele me disse o que eu nunca pensei que fosse ouvir: que ele teria que fazer a tração da pele para cessar de vez a inflamação e que se isso não fosse feito logo, talvez o caso virasse cirurgico. Quase morri mas, autorizei o procedimento. Foi muito rápido mas o Lucca chorou bastante. Alguns minutos depois já estava melhor pois já tomou lá mesmo um remédio pra dor. Mas, o dia seguinte, na hora de limpar, foi o pior. Ele gritava: dói, dói, dói e chorava. Que tortura, meu Deus. Chorei junto com ele em todas as vezes. No domingo já estava melhor e agora está ótimo, tudo em ordem, com pintinho de gente grande...rs*. Não sei se fiz o certo mas acreditei, ali na hora, ser o melhor pra ele, confiando totalmente no Dr. Gil. E não me arrependo. Graças a Deus, deu tudo certo.
Por recomendação médica, semana passada o Lucca não foi à escola pra se recuperar bem e hoje, estando no mais perfeito estado de saúde, o meu tourinho retornou às aulas.
Dia do Indio, voltou pintado com um amuleto de argila no pescoço feito por ele. Feliz da vida, brincou a tarde toda com os amiguinhos.
Mas agora, estou naquele velho dilema sobre a escola de novo. Resolvi que por mais um tempinho ele vai ficar, afinal, logo mudaremos de casa e ele terá mais espaço pra brincar. Talvez, quando nos mudarmos, aí sim, eu tire. Não sei...Vamos ver.
O médico disse que o menino da idade dele não tem necessidade de vinculos sociais e sim familiares e que o que ele deixar de aprender na escola nesse ano, no ano que vem em um mês ele recupera.
Estou super na dúvida porque ele deu um salto no desenvolvimento da linguagem extraordinário. E porque ficar em casa somente é um tédio, né?
Mas, por outro lado, em casa, a tarde, tem sonequinha e carinho da mamãe.
Ô vida, viu? Lá vou eu de novo pensar nisso.

17 comentários:

Luna disse...

Oi Gi, que coincidência, semana passada Felipe ficou afastado da escola com o mesmo diagnóstico do Lucca com excessão da conjuntivite. Mas hoje ele estava morrendo de saudade e foi todo feliz pra escola. No primeiro ano as crianças costumam ficar doentes mesmo até ganharem maior resistência, vamos torcer para que isso aconteça rapidinho!

Bjinhos

Luna e Felipe

Márcia disse...

oi Gi.
nossa tadinho.
isso do pipi deve ter sido uma dor meu Deus!
sabe sobre isso que o medico disse sobre a criança nessa idade nao precisar ir na escola, também compartilho desta opinião e muitos especialistas aconselham mesmo que as crianças nesta idade devem ter pessoas familiares a cuidar para como voce disse criar vinculos afetivos e nao sociais. é nesta fase que se aprende a amar. Por isso que eu espero cosneguir que o Tiago não vá a escola tão cedo.
O Tiago tambem não fala praticamente nada e ja tem quase 2 anos. O pediatra disse que ainda nao é preocupante pois ele entende perfeitament tudo e frases.
E Voce tá melhor?
beijos grande

Elaine disse...

tadinho do Lucca com tantas ites. Mas o pior parece ter sido o pipizinho mesmo, né?!

mas como as mamães ja falaram aqui, o primeiro ano de escola parece ser cheio de doencinhas, até pegarem a imunidade necessária.
Cauã ainda não vai na escola, e tenho medo de o sistema imunologico ainda não estar forte o suficiente quando ele entrar. Será que esse primeiro ano é assim em qualquer idade?

aiaiai, é a eterna dúvida das mamães.

Bj...

Carol disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Valquíria disse...

Oi Gi, coitadinho do Lucca, fiquei aqui com meu coração apertadinho quando vc contou do procedimento que o médico fez no pipizinho dele, me diga isso tem alguma coisa haver com a fimose?É que a pelezinha do piu-piu do Gui tb não vai para trás porém nunca inflamou, meu Deus que dor ele deve ter sentido!Tadinho, né? Como eles sofrem nessa idade!Meu coração já vive na boca 24hs por dia!
beijos
Val e Gui

Leia disse...

Ó meu deus,por quê mãe sofre tanto,eu agora estou com o rafa dódoi ele esta com um tosse seca e cansaço,mas já acionei a pediatra e se pesistir levarei ele na quinta.pensamento sempre positivo.fica com DEUS e saúde pro lucca.adoro vcs,bjs

nhirla disse...

Oi Giovana, td bem? saudades de seus posts...aqui tb as meninas foram diagnosticadas com sinusite e foram tb pela primeira vez para o antibiótico...mas o pior é que qdo elas tavam melhorando, deram uma recaida....vou ter que levá-las de novo a pediatra...ja sofri tanto com isso...Vc trabalha? Eu não tenho como tira-las da escolinha(08 as 14 hrs)trabalho e nao tenho com quem deixa-las....so Deus pra consolar meu coração e me da força...beijos e o Lucca cmo sempre um gato!

Rita Bonifacio disse...

Oi Gi..meu Deus tadinho do Lucca, nada é pior que dor de ouvido, é muito ruim a criança fica muito enjoadinha.
Gi sobre a inflamação do pipi fiquei com uma dor no coração.
Ainda bem que está tudo bem!!!!

Gi sobre deixar ou não na escolinha..tenho um video OTIMO eu até envie para vc no seu email..veja lá..tenho certeza que irá te ajudar a esclarecer muito coisa.

Mandei no seu email veja lá vou enviar denovo.
bjos

Ana Cristina disse...

Oi Gi tadinho do Lucca, tanta coisa né, esses dodoi deve ter começado só com um probleminha né, aí dá uma azar da criança tá com a imunidade um pouco baixa aí os microorganismos oportunista tomam conta e aparecem mais problemas. Com a relaçäo a escolinha, tb concordo com o médico o Lucca é bebê, deixa ele curtir bem a fase dele de bebe, ele vai ter q passar muitos anos na escolinha ainda, mas observa, se achar q é necessário mesmo tirar, tira sem culpa.

Bjus pra vc

Rita Bonifacio disse...

Gi acabei de mandar para seu email o link do video e um texto sobre infancia, educação e afeto.
Muito interessante!
Mandei no email do Hotmail.
bjos

Rosane disse...

Oi Giovana, tudo bem?
Acompanho o seu blog desde que minha filha nasceu. Ela tem 1 ano 1mês e também é paciente do Padeiro. Levei ela numa pediatra, mas estou na dúvida. Gostei muito do que você falou sobre o Dr. Gil. Semana passada fui visitar algumas escolas. Você está gostando da escola?
Beijo

Marcia disse...

Olá querida Gi. Realmente esse é um dilema que também ronda minha cabeça o tempo todo... Queria que o Gustavinho brincasse mais, tivesse contato com outras crianças, mas essa questão das viroses realmente me assusta. Sem falar que o que o Dr. Gil disse é bem verdade. Já li que até os 3 anos, as crianças precisam unica e exclusivamente do carinho da mãe e o conforto do lar, especialmente os meninos... Realmente é um grande dilema!!! Espero que tome a melhor decisão! Beijos!!

An@ Paul@ disse...

parabéns o seu menino é lindo!!! Eu estou esperando um menino, e hj comecei minha vida no blog, estou aprendendo ainda, pois já vi q tem muitos blogs lindos...mas ainda nãos ei direito como q faz, rsrs....
Beijos e mta saúde para este menino q é simplesmente um gato!!! Vou ficar olhando a foto dele, para o meu tbm ser lindinho, hehehe...

Mãe aprendiz disse...

OI Gi... estava sumida tb, pois meu baby tb iniciou a escolinha em marco e ja ficou doentinho igual ao Lucca, ohh doo..... Vendo o post senti a dor de mae,, pq a gente sofre com eles ne.... Bom, o pediatra dele pensa como o seu, se ficar toda hora tomando antibiotico melhor sair , mas no meu caso nao tenho com quem deixar nem posso ficar mais em casa. Eles adoram a escolinha.., entao se ele nao pegar mais nada,acho que vc pode relaxar mas se for toda hora.. aff nem fale nem sei o que farei..SE DEus quiser nao vamos precisar tira-los da escola. Mas por outro lado, se precisar e vc puder ficar mais um pouco fique, ele pode nao se desenvolver tanto, pq isso acontece na escola agora sim, mas acho que sera melhor para saude dele. Ohh duvida cruel ne , Giii. nossa por mim eu ficarei com ele ate 3 anos,rsssss mas sei que nao 'e possivel... Bom beijos e qualquer coisa me mande e mail ok.... e desculpe a falta de assentos, mais meu teclado esta ruim.

Eliane disse...

Ei Gi, de fato os incovenietes da escolinha são essas malvadas viroses que tornam bem frequêntes na vida dos nossos pequenos. Meu filhote acabou de sair de uma, também com direito a otite e conjuntivite. Mas, por outro lado, ele ama ir para escolinha e parece bem feliz lá. Achei que ele desenvolveu muito mais depois que foi que começou a frequentá-la. Todo dia ele aparece com uma novidade e algumas vezes, coisas que a gente não explora com ele. Apesar das viroses serem mais frequêntes, ainda acho que a escolinha é uma boa pedida.
Abraços,
Eliane e André

Rafaela disse...

Olá querida, espero q o seu pequenino já esteja melhor. Aqui em casa começou o festival do nariz escorrendo, tosse... tudo aquilo que vc já conhece, rs.

Bjus

Ana Maria Afonso disse...

Olá Gi,
Eu já sou mãe de um "menino grande", de 23 anos, então já passei por essas angústias e dúvidas. O Gui foi para a "escola" aos 3 meses, pois eu não tinha opção entre voltar ou não ao trabalho. Foi um mês de busca pela escola ideal antes dele nascer , depois eu ia todos os dias vê-lo e amamantar.
Você imagina como me senti quando a primeira sopinha não fui eu quem deu?
E quando aos 5 meses ele teve catapora?

Só que ele cresceu uma criança ativa, interessada em tudo, que se entrosou sempre fácil, uma companhia para ir a qualquer lugar, sem fazer manhãou exigências.
Tenho muito receio de profissionais que aconselham as mães já em dúvida com exatamente aquilo que elas querem ouvir. Assim, se um pediatra me dizia que era cedo o outro me dizia que os laços afetivos e sociais devem acontecer ao mesmo tempo... E eu só queria ficar com ele em casa!
Pois o tempo passou, vieram as outras etapas, difíceis e muito prazerosas e hoje tenho certeza de que na soma geral, as escolhas que fiz foram acertadas.
Beijos para você e o Lucca.

PS. Continue com os exercícios de tração da pele do pipi ou virará um procedimento cirúrgico (fimose).
A higiene deve ser feita diariamente no banho.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...