31 agosto 2008

Os Bastidores da Viagem

Bom, vou contar alguns detalhes da nossa viagem a Buenos Aires pois acho muito legal repartir a experiência com todo mundo já que agora vejo que foi uma experiência única e muito ousada.

1a. Etapa: arrumação de malas:

Arrumar as malas do bebê pra mim foi um caos. Até inalador eu levei. Calculei dois bodys por dia, várias meias, toucas, roupas de frio... foi mais da metade de uma mala daquelas gigantes e não usei nem metade do que levei, até porque compramos muitas roupinhas lindas lá e já quisemos estrear. A única coisa que faltou levar foi mais papinha da Nestlé, já que lá não existe pra vender e no último dia não tinha mais. Assim como não existe mamão e banana - pelo menos nos mercados que eu fui.

2a. Etapa: indo ao Aeroporto.

Saímos super atrasados, com aquela sensação de que estávamos esquecendo alguma coisa. Comprei um sling durante a semana e já o coloquei, sendo que o Lucca dormiu de Santos à Guarulhos lá dentro, me deixando mais à vontade. A ida foi tranquila.


3a. Etapa: aguardando o embarque e fazendo o check-in:

Chegamos cerca de uma hora e meia antes do vôo que estava marcado para 12:00h. O saguão estava cheio e todos assistiam ao jogo de voley do Brasil. A cada ponto do Brasil, todo mundo gritava e o Lucca, assustado, chorava. Foi muito engraçado, tadinho...parecia que estava torcendo pros EUA. Mas, assim que o jogo terminou, fizemos o check-in. Embarcamos duas malas, a minha e outra do Fabricio, levamos uma mala de mão, com tudo o que o Lucca pudesse precisar, inclusive remédios e papinha. Não houve qualquer problema com aquele papo de não poder embarcar líquido na bagagem de mão, já que o que eu levei tinha menos de 100 ml. O carrinho ficou conosco até pisarmos na aeronave, quando o dobramos e o entregamos à tripulação. Fomos de VARIG e o vôo foi show, avião vazio, tripulação simpatissíma!! O Lucca ficou brincando com todo mundo e depois dormiu no sling, quando pude almoçar tranquilamente.


4a. Etapa: Chegando em Buenos Aires e indo para o hotel:

Chegando lá, o carrinho já me aguardava na porta do avião, inteirinho!! Nos despedimos, pegamos o traslado que já nos aguardava e o Lucca dormiu novamente no sling. Ao chegarmos no hotel ele era a estampa da felicidade em forma de gente: sorria e gargalhava na cama!! Parecia que tava no clima da viagem. Fomos então passear na Galeria Pacíficos, comemos e voltamos ao hotel, onde a mamãe ficou com o bebê e o papai saiu pra jantar com o titio. Ele dormiu super bem, mas acordou assustado pois não sabia onde estava - que era num bercinho de acampamento montado pelo hotel do nosso quarto. Coloquei-o então na cama e ele dormiu super bem, mas eu não, já que nunca tinha feito cama compartilhada à noite.


5a. Etapa: passeios, choros e mamadas:

O Lucca se comportou direitinho, já que passavamos quase o dia inteiro fora do hotel. As pessoas eram super simpáticas com ele e ele correspondia à altura. Achei muito engraçado uma hora que ele estava meio chatinho e uma vendedora da loja onde estávamos disse: - "Que passa bebe...tá com dorzita na pança ?". As pessoas o agradavam o tempo todo e ele sempre sorria de volta. Mas, chegava uma hora que era um chororô e então eu punha ele no sling e o fazia dormir, voltando ao passeio...mas, haja coluna, viu...Mamar foi um sacrifício, pois quando tentava dar de mamar fora do hotel ele ficava tão vidrado nas novidades para olhar que não mamava e ficava com fome, resmungando. Não fiz nem uma refeição completa sossegada e junto com os outros. Sempre tinha que faze-lo dormir ou trocar fralda em cima de cadeira, andar com ele para distraí-lo, já que conforme os dias foram se passando ele foi ficando mais cansado e menos tolerante. Na última noite fiquei novamente no hotel e estava morrrrrrta de cansada. De manhã, fiz a rotina dele de casa, dando banho e mama e pondo pra dormir e revezamos na hora de tomar café da manhã, já que eu estava faminta. Ainda assim, ele já estava em clima de volta e chorou um bocado no lobby do hotel Daí dormiu e fomos almoçar para irmos ao Aeroporto.


6a. Etapa: a volta:

Embarcamos de volta às 20:00h, num voo lotado, um calor dos infernos e uma tripulação antipática. Ele chorava que nem um doido e eu fui tirando a roupa dele, até que ficou só de body. Dormiu comigo ninando ele pelo corredor, entre as poltronas, sob alguns olhares reprovadores e outros de dózinho dele e de mim. Aí fui tentar por ele no sling pra poder jantar e o escândalo recomeçou. Gente, eu não sabia onde enfiar a cara e nada acalmava ele. Até que pegou no sono de novo e só acordou na hora do pouso. Foi estressante demais pra mim. Mas, ele acordou super bem humorado e brincou bastante no pouso. Ele não sentiu qualquer dor nem nos pousos nem nas decolagens. Ao desembarcarmos o carrinho dele demorou pra vir e quando chegou veio todo molhado e sujo de graxa...!! Fiquei doida mas estava tão cansada que nem falei nada...só queria minha casa. Ele dormiu durante toda a volta e a Vó Beth, santa, me esperou em casa e ficou com a guarda da babá eletronica para eu poder dormir. Ele nem acordou e embarcou no sono bem gostoso, no bercinho dele...nada como a nossa cama, né...


7a. Etapa: a conclusão:

Não faço mais esse tipo de viagem enquanto ele não crescer mais. Foi muito cansativo e estressante pra mim, pelo frio que estava, pelos passeios longos e grandes caminhadas. Viajar com ele agora, só se for pra um resort: da cama pra piscina, da piscina pro restaurante e do restaurante pra cama. Mesmo assim, valeu a experiência. Se não tivessemos feito, nos arrependeriamos, com certeza.
Bem, esse foi o resumo da viagem. Amanhã responderei aos comentários do Blog e farei as visitinhas... já estava com saudades de vocês!

11 comentários:

Rita e Davi disse...

Oi..Gi.não havia conseguido postar aqui, meu comentario, então postei no Postagem " Buenos Aires, aqui vamos nós.."
Bjos

Maria José disse...

Aí mas foram mais coisas boas que más, A adorei a foto vocês são uma familia linda e bastante simpática
bjs

Roberta disse...

Nossa...que coragem a sua!
Legal!
Estou pensando em viajar pra SP com minha bebê...ela terá quase 10 meses até lá...

Beijos.

gasparzinha disse...

Deve ter sido uma viagem espetacular, e adorei a fotoreportagem do post anterior.
O teu filhote esta crecido e é muito bonito.
Beijinhos

Tânia,Ângelo e Martim disse...

Gi foi uma viagem unica pela experiência e por tudo o que vcs passaram, foi bom para saber que não dá esse tipo de viagem por ag, e mau pq vx stressou e passou fome.. eheheh! Mas no final as coisas boas foram melhores!
Beijocas nossas e welcome back!

Veronica e Lavínia disse...

Lucca deve ter ficado cansadinho...mas estav com uma carinah de que estava adorando o passeio...as costas da mamãe que nem tanto...rsrsrs.

Adorei a primeira foto!

Imagino a dificuldade que deve ser...é muita coisa para levar e na falta, não se pode dar qualquer coisa...

Bjs

lauraqueandanachuva disse...

PArabéns. Fiz uma pequena viagem há pouco tempo e bem sei que custa com um bebé. O meu já tem 7 meses, mas vista ao longe, compensa...

mamãe e Renan disse...

Viajar é tudo de bom né...
Recicla as energias!
Mas realmente, com bebezinho é complicado né, pq eles tem uma rotina que se não se cumpre causa irritação, chororô e tudo mais.
O Lucca tá lindo!
Bjs

Mãe Polenta disse...

(li tudo heheh e em voz alta comentando com meu marido :P )

É... complicado mesmo.

Viajamos com minha pequena para a Bahia quando ela tinha 3 meses e foi bem mais fácil!
Afinal, ainda não precisava de nada além de mamar na mamãe e dormir!

:*

Priscila Sant'Anna disse...

Olá Gi!
Tudo bem contigo? Tu estás de parabéns pelo blog! O encontrei numa pesquisa do google, e tomei a liberdade de colocar teu link lá no meu blog...(mas, o meu comecei recém!). Gostei muito de ler teu post sobre a viagem, é importante aprender com a experiência das demais mamães! Teu Lucca é lindo, muito fofo mesmo! Parabéns e felicidades à família.
Abraços gaudérios,
Priscila Sant'Anna

Dona Pimenta disse...

Amiga, que aventura!!!!!!!!!! Imagino o teu cansaço, mas concordo quando vc diz que se não tivessem ido iriam se arrepender!!! Será que o choro dele não foi por causa de ouvido trancado??? Num voo que peguei esses dias tinha uma criança que estava gritando muito na subida e descida porque o ouvidinho doía demais! De qualquer forma vc está de parabéns, muito corajosa!!! Gostei da dica do resort, acho que é essa a alternativa das nossas próximas férias!!! Se tiver algum pra indicar me avise, estou louca pra voltar a dar um passeio pelo litoral de SP!!!
Grande beijo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...